Introdução

A Pós-Graduação em Enfermagem do Trabalho surge para dar cumprimento á Lei n.º 102/2009, de 10 de Setembro, com as alterações da Lei 3/2014 de 28 Jan, e á Orientação n.º 009/2014 da Direcção Geral de Saúde.

A Pós-Graduação pretende dotar os participantes com competências na área da gestão da saúde dos trabalhadores, na promoção e proteção da saúde e bem-estar no local de trabalho, na prevenção de acidentes e doenças relacionadas ou agravadas pelo trabalho, com o objetivo de promover ambientes de trabalho saudáveis e seguros.

Este curso de pós graduação encontra-se registado na DGS, com o n.º 06/2015.

Data realização do curso

Maio de 2017

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem

Estrutura curricular

U.C. 1 - Enfermagem e Saúde do Trabalho

U.C. 2 – Psicossociologia do Trabalho

U.C. 3 – Organização e Gestão em Saúde e Segurança no Trabalho

U.C. 4 – Segurança no Trabalho

U.C. 5 – Oficinas de Investigação

U.C. 6 – Emergência e Primeiros Socorros - Suporte Básico de Vida com DAE

U. C.7 - Estágio (opcional)

Curso Opcional: Suporte Avançado de Vida(não incluido na Pós Graduação)

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass;
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/index.php/141458?lang=pt;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional);
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura (50 euros).

Observações

PARCERIA: ANET - Associação Nacional de Enfermeiros do Trabalho

Informação e contactos

CESPU - Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Universitário de Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

O curso de Pós-Graduação em Enfermagem do Trabalho que se apresenta, destina-se a dar cumprimento à Lei nº 102/2009, de 10 de Setembro com as alterações da Lei 3/2014, bem como à Orientação nº 009/2014 da Direção Geral de Saúde, e Informação Técnica /saúde ocupacional DGS nº 10/2015 de 25/05/2015.

Tomar como fundamento o Core Curriculum da FOHNEU (THe Federation of Occupational Health Nurses European Union ) – 3 rd edition 2014, com o objetivo de adoptar e promover a formação recomendada e reconhecida nos países membros da FOHNEU e facilitar a livre circulação dos enfermeiros na Europa.

OBJETIVOS

Compreender o papel do enfermeiro na equipa de saúde e segurança no trabalho/saúde ocupacional;

Reconhecer políticas da saúde ocupacional nacionais e internacionais;

Conhecer enquadramento legal e normativo dos serviços de saúde e segurança no trabalho;

Adquirir conhecimentos para organização e gestão do serviço de saúde e segurança do trabalho;

Refletir sobre evolução das relações trabalho/saúde;

Desenvolver atitudes, habilidades e competências para intervenção de enfermagem na área da saúde do trabalho e saúde ocupacional;

Adquirir conhecimentos para intervir em situações de primeiros socorros e em situações urgentes/emergentes;

Refletir sobre a ética nos cuidados de saúde ocupacional;

Sensibilizar para a investigação na área da saúde ocupacional.

 

COMPETÊNCIAS

Dotar os enfermeiros de um conjunto de conhecimentos, capacidades, habilidades e atitudes no domínio da segurança e saúde do trabalho, em particular, na enfermagem do trabalho.

No final da formação o enfermeiro reconhece o seu papel como elemento de uma equipa de saúde de segurança no trabalho. Identifica as políticas nacionais e internacionais da saúde ocupacional, assim como compreende a origem, evolução e futuro da enfermagem no trabalho.

É capaz de organizar e gerir um serviço de enfermagem. Avalia e intervém em situações de promoção, prevenção e tratamento dos trabalhadores.

Organiza informação, respeitando os princípios éticos, de forma a obter indicadores de saúde.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem.

Candidatura e selecção

Fase de Candidaturas até 21-04-2017

Ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

220 horas de contacto

Unidades de crédito do curso

30

Critérios de aprovação

A avaliação é feita por exame escrito a cada U.C., sendo que o aluno deve obter nota igual ou superior a 9,5.   

Frequência obrigatória, sendo permitidas 20 % de faltas.   

Duração e regime

As aulas decorrerão à sexta-feira, das 17:00 às 21:00  e ao  sábado, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Cronograma

2017

26 e 27 de Maio

2 e 3 de Junho

16 e 17 Junho

30 junho e 1 julho

7 e 8 de Julho

14 e 15 Julho

8 e 9 de Setembro

22 e 23 de Setembro

13 e 14 de Outubro

27 e 28 de Outubro

10 e 11 de Novembro

24 e 25 de Novembro

15 e 16 de Dezembro

2018

12 e 13 de janeiro

26 e 27 de janeiro

9 e 10 de fevereiro

23 e 24 de fevereiro

9 e 10 de março

23 de março

Corpo docente

Filipe Fernandes, Enf.
Licenciado em Enfermagem. Enfermeiro da Urgência do Hospital Senhora da Oliveira - Guimarães e Enfermeiro Operacional da VMER - INEM; Instrutor do INEM. Docente da área de Emergência no IPSN-CESPU.
Gustavo Azevedo Rodrigues, Eng.

Licenciado em Engenharia de Produção e Gestão Industrial; Pós Graduação em Engenharia Humana. Técnico Superior de Higiene e Segurança do Trabalho, a exercer atualmente funções no Grupo Jerónimo Martins; Formador nas áreas de Prevenção, Ergonomia e Segurança e Higiene do Trabalho. Auditor  da Bureau Veritas - ISO 14000:2002, OSHAS 18001.

Hernâni Neto, Prof. Doutor

Licenciado em Sociologia, Mestre em Engenharia Humana e doutorado em Sociologia. Pertence ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Publicou vários artigos em revistas especializadas e trabalhos em actas de eventos. Docente Universitário. É membro fundador e coordenador da RICOT - Rede de Investigação sobre Condições de Trabalho, do CIVE MORUM - Núcleo de Estudos e Intervenção Cívica e da Plataforma Barómetro Social.

Isabel Araújo, Profª. Doutora

Docente do IPSN-ESSVA. Enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-cirúrgica. Doutora em Ciências de Enfermagem - Universidade do Porto. Directora/ Coordenadora Departamento Enfermagem ESSVA.

Manuel Freitas, Eng.

Licenciado em Engenharia de Produção. Pós Graduação em Engenharia Humana. Técnico Superior de Segurança do Trabalho, a exercer actualmente funções no Centro Hospitalar do Porto, EPE. Docente Universitário e formador nas áreas de Prevenção, Ergonomia e Segurança e Higiene do Trabalho.

Ricardo Pais, Enf.

Licenciado em Enfermagem. Especialista em Enfermagem Comunitária Mestre em Saúde Ocupacional. Doutorando em Saúde Pública. Enfermeiro no Serviço Saúde Ocupacional Grupo VisaBeira. Licenciado em Enfermagem. Especialista em Enfermagem Comunitária Mestre em Saúde Ocupacional. Doutorando em Saúde Pública. 

Vitor Brasileiro, Enf.

Licenciado em Enfermagem. Especialista em Enfermagem Comunitária com opção em Saúde Ocupacional. Mestrando em Engenharia Humana. Enf. Chefe Serviço Saúde Ocupacional do CHP. Fundador e atual Presidente Associação Nacional Enfermeiros Trabalho. Fundador da Sociedade portuguesa Saúde Ocupacional