Introdução

A integração sensorial é o processamento da informação sensorial, isto é, a capacidade de receber, classificar, processar e fazer uso das informações sobre as condições físicas do nosso corpo e do ambiente que nos rodeia através dos nossos sentidos (toque, movimento, posição do corpo, visão, olfacto, audição, paladar). Esta informação sensorial vai para o cérebro, onde é organizada e interpretada e como resultado, temos um plano de adaptativo da acção que nospermite dar uma resposta adaptativa apropriada e correta às exigências do ambiente.
A Terapia da Integração Sensorial é um método de tratamento de indivíduos com problemas de processamento de estímulos sensoriais e tem como objectivo melhorar a capacidade de integração dos mesmo. Durante a terapia IS, a sensação de sucesso é o primeiro passo para alcançar essa capacidade, portanto o Terapeuta deve ter em atenção a organização do ambiente e do material para poder propocioná-la.
Esta terapia pode ser útil para lidar com problemas como dificuldades de aprendizagem, perturbação de hiperactividade e défice de atenção, problemas ao nível motor, dispraxia, problemas comportamentais e distúrbios de integração sensorial. No decorrer da terapia, os individuos aprendem habilidades ou comportamentos específicos, mas estes não são o principal objetivo, em vez disso, o intuito é que as actividades físicas produzam sensações que levam as respostas adaptativas e por consequência a mais sensações que provocam ainda mais complexas respostas. No caso das crianças a intervenção é centrada no brincar, permitindo a construção de experiências sensoriais e o planear das suas acções em relação aos outros respondendo aos desafios crescentes que lhe são pedidos.

Data de realização do curso

Setembro de 2013

Estrutura curricular

  • Unidade Curricular 1: Perspectiva Global da Integração Sensorial (30 de Setembro de 2013)
  • Unidade Curricular 2: Técnicas Específicas de Avaliação em Integração Sensorial I (18 a 22 de Novembro de 2013)
  • Unidade Curricular 3: Da Interpretação à Intervenção (27 de Fevereiro a 3 de Março de 2014)
  • Unidade Curricular 4: Técnicas Específicas de Avaliação em Integração Sensorial II (22 a 26 de Maio de 2014)
  • Unidade Curricular 5: Intervenção em Integração Sensorial (27 a 31 Outubro de 2014)
  • Unidade Curricular 6: Investigação em Integração Sensorial (10, 11, 16 Janeiro; 21 e 22 de Fevereiro de 2015)

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Penafiel
IINFACTS - Instituto de Investigação e Formação Avançada em Ciências e Tecnologias da Saúde
Rua Direita – Penafiel
email: iinfacts@cespu.pt

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

  • Proporcionar aos alunos a aquisição de um conjunto de conhecimentos globais, teórico e práticos na área da Integração Sensorial;
  • Promover a aquisição de conhecimentos sobre avaliação e diferentes técnicas de intervenção em Integração Sensorial;
  • Desenvolver competências necessárias para a investigação na área da Integração Sensorial.


Competências

  • demonstrar conhecimentos e pensamento crítico em relação à aplicação dos principios da Integração Sensorial em diferentes populações;
  • demonstrar aptidão para a concepção, planeamento, organização e implementação de um plano de intervenção em Integração Sensorial adequado às necessidades individuais de cada cliente, tendo em conta a avaliação inicial, e os objetivos definidos para cada individuo, bem como aptidão para a introdução de alterações ao plano de intervenção sempre que necessário.

Resumo

A integração sensorial é o processamento da informação sensorial, isto é, a capacidade de receber, classificar, processar e fazer uso das informações sobre as condições físicas do nosso corpo e do ambiente que nos rodeia através dos nossos sentidos (toque, movimento, posição do corpo, visão, olfacto, audição, paladar). Esta informação sensorial vai para o cérebro, onde é organizada e interpretada e como resultado, temos um plano de adaptativo da acção que nospermite dar uma resposta adaptativa apropriada e correta às exigências do ambiente.

Metodologia

A metodologia de avaliação de cada unidade curricular é definida pelo respetivo formador na primeira sessão de cada módulo.
É necessária a aprovação em todas as unidades curriculares para conclusão da pós-graduação em Integração Sensorial, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual ou superior a 10 valores.

Destinatários

  • Unidade curricular - Perspetiva Global da Integração Sensorial: Profissionais da área da saúde e da educação;
  • Restantes unidades curriculares: Terapeutas ocupacionais.

Candidatura e selecção

Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

25

Carga horária

210 Horas

Unidades de crédito do curso

30

Critérios de aprovação

Existe obrigatoriedade de frequência no mínimo de 80% da carga horária (teóricas e práticas).

Duração e regime

O curso decorrerá de Setembro de 2013 a fevereiro de 2015. Cada unidade curricular decorrerá em 5 dias consecutivos (incluindo fim de semana) em meses alternados.

Cronograma

PROVISÓRIO
30 de Setembro de 2013
18 a 22 de Novembro de 2013
27 de Fevereiro a 3 de Março de 2014
22 a 26 de Maio de 2014
23 a 27 de Outubro de 2014

10, 11, 16 de janeiro de 2015

21 e 22 de fevereiro de 2015


O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Susanne Smith Roley, Profª. Doutora

Bacharel em Terapia Ocupacional pela Universidade de Indiana, USA.

Mestre em Ciências da Saúde da Universidade de Boston.

Grau de OTD na Universidade da Califórnia do Sul.

Integra a Divisão de Ciência Ocupacional e Terapia Ocupacional da Universidade da Califórnia do Sul sendo instrutor principal para o Programa de Certificação de Integração Sensorial patrocinado pela USC/WPS.

Co-editora dos livros, Understanding the Nature of Sensory Integration with Diverse Populations e Sensory Integration: Applying Clinical Reasoning to Diverse Populations.

Recebeu os prémios da AOTF Virginia Scardina Award of Excellence e o AOTF a. Jean Ayres Award.

Mais de 30 anos de experiência profissional.

Zoe Mailloux, Profª. Doutora

Licenciatura em Terapia Ocupacional

Grau de OTD na Universidade da Califórnia do Sul.

Foi assistente de investigação da Drª A. Jean Ayres no período de 1978-1984.

Leciona no Department of Occupational Therapy da Thomas Jefferson University e no Programa de Certificação de Integração Sensorial patrocinado pela USC/WPS.

Fundadora e diretora da Pediatric Therapy Network.

Tem participado no desenvolvimento de testes e pesquisa clínica relacionada com a Disfunção da Integração Sensorial e Autismo.

Recebeu o prémio de excelência da Autism Research Foundation.

Diane Parham, Prof. Doutora

Licenciada em Terapia Ocupacional na Universidade da Flórida.

Mestre em Terapia Ocupacional na Universidade do Sul da Califórnia (USC).

Doutorada em Psicologia Educacional na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

Trabalhou sob orientação direta da Drª A. Jean Ayres, e durante 20 anos lecionou um curso de 4 meses em Integração Sensorial, que Ayres tinha originalmente desenvolvido.

As suas áreas de interesse de investigação passam pela correlação de fatores e indicadores fisiológicos de comportamentos sensoriais, avaliação clínica de integração sensorial e praxis, e a fidelidade da intervenção em Integração Sensorial.

Co-fundadora do programa de doutoramento em Ciência Ocupacional na Universidade do Sul da Califórnia, e membro fundador da Sensory Integration Research Collaborative (SIRC). Com inúmeros artigos publicados e autora de vários instrumentos de avaliação na área da Integração Sensorial.

Paulo Fernandes, Dr.

Bacharel em Terapia Ocupacional pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão (ESSA), em 1997.

Licenciado em Terapia Ocupacional pela ESSA em 2006. Frequência do Programa Doutoral em Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Fundador e Presidente da Associação 7senses desde a sua fundação (Maio de 2008).

Prática clínica em saúde mental infantil e intervenção precoce desde 1999.

Certificado em Integração Sensorial pela USC/WPS desde 2005. Orientador de estágios em Terapia Ocupacional.

Professor Assistente Convidado para o Curso de Terapia Ocupacional da Escola Superior de Saúde de Leiria nos anos letivos de 2011/2012 e 2012/13.