Introdução

Na actual conjuntura mundial a formação continua demonstra ser crucial para os profissionais de saúde. O nível de exigência dos cidadãos, a sofisticação das tecnologias quer de diagnóstico quer de tratamento e a evolução natural de uma área com cada vez maior número de profissionais, exige que a especialização seja um factor de ponderação na altura de seleccionar o profissional de saúde para determinado local de trabalho.
A Pós-Graduação em Reabilitação Cardíaca pretende que desenvolver capacidades, cognitivas, psico-motoras e ético-relacionais dos profissionais que dentro da equipa multidisciplinar de reabilitação cardíaca têm responsabilidade na componente de prescrição de exercício físico e aconselhamento de actividade física. Simultaneamente pretende reciclar competências que possam ter sido previamente adquiridas, ajustando-as à evidência actual, actualizando conhecimentos, procedimentos e técnicas de intervenção em unidades de recuperação cardiovascular.
A filosofia desta pós-graduação é integrar as componentes clínica e académica no sentido de desenvolver uma prática clínica em reabilitação cardíaca baseada na evidência.

Data de realização do curso

Dezembro de 2011

Áreas de conhecimento

  • Desporto
  • Fisioterapia
  • Medicina

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1 – FISIOPATOLOGIA CARDIOVASCULAR

  • Aspectos gerais do Sistema Cardiovascular
  • Anatomia e fisiologia do Sistema Cardiovascular
  • Fisiopatologia cardiovascular
    • Doença das artérias coronárias
      • Angina de peito
      • Enfarte agudo do miocárdio
    • Insuficiência cardíaca
    • Arritmias cardíacas
    • Patologia cardíaca congénita
    • Hipertensão sistémica
    • Patologia valvular
    • Doença vascular periférica

UNIDADE CURRICULAR 2 – FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO NA SAÚDE E NA DOENÇA
  • Adaptações Cardiovasculares ao exercício físico
  • Adaptações Respiratórias ao exercício físico
  • Adaptações Musculares Esqueléticas ao exercício físico, desuso e envelhecimento
  • Adaptações Metabólicas ao exercício físico
  • Exercício físico em diferentes condições ambientais
  • Exercício físico para populações com doenças crónicas
  • Testes para avaliação da funcionalidade cardiovascular e muscular esqueléctica.

UNIDADE CURRICULAR 3 – ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE EXAMES COMPLEMENTARES DE DIAGNÓSTICO
  • Adaptações Cardiovasculares ao exercício físico
  • Electrocardiografia ( simples e Holter)
  • Prova de esforço
  • Ecocardiograma (Transtoracico; Transesofagico; 3D; Contraste e sobrecarga)
  • Cardiologia nuclear
  • Hemodinâmica e Angiocardiografia
  • Tomografia Computadorizada Cardíaca
  • Ressonância Magnética Cardíaca
  • Análises clínicas
  • Avaliação prognostica do doente coronário
    • Isquemia e capacidade funcional
    • Compromisso da função ventricular
    • Arritmias ventriculares : Pacemakers e cardioversores desfibrilhadores.

UNIDADE CURRICULAR 4 – REABILITAÇÃO CARDÍACA
  • Definição de Reabilitação Cardíaca. Evolução Histórica.
  • Evidência Chave para Reabilitação Cardíaca
    • Componentes Principais de um programa de Reabilitação Cardíaca
    • Diferentes tipos de candidatos e de programas
    • Fases de um programa de Reabilitação Cardíaca
  • Equipe de intervenção multidisciplinar
  • Riscos cardíacos e extra-cardíacos:
    • Sinais de alarme
    • Quando interromper a sessão
    • Programas Adaptados para Grupos Especiais:
    • Reabilitação nas Doenças Cardíacas Congénitas
    • Reabilitação Cardíaca no Paciente Idoso
    • Aconselhamento de Actividade Física
  • Benefícios da Reabilitação Cardíaca.
  • Componente de Ensino.
  • Envolvimento da família e apoio social.
  • Normalização das actividades de vida diária.
  • Qualidade de vida.
  • Bases gerais de Farmacologia em reabilitação cardíaca:
    • Cardiopatia isquemica
    • Insuficiência cardíaca
    • Disritmias
    • Hipertensão arterial
    • Diabetes mellitus
    • Factores de variação medicamentosa nos idosos

UNIDADE CURRICULAR 5 – PRESCRIÇÃO E MONITORIZAÇÃO DE EXERCICIO
  • Exercício físico: aspectos gerais
    • Avaliação
    • Prescrição do exercício
      • Componente aeróbia
      • Componente de força
    • Monitorização da intensidade do exercício
  • Treino de Exercício na Doença das Artérias Coronárias
  • Treino de Exercício na Diabetes Mellitus
  • Treino de Exercício na Insuficiência Cardíaca
  • Treino de Exercício na Patologia Valvular Cardíaca
  • Programas Adaptados para Grupos Especiais
    • Reabilitação nas Doenças Cardíacas Congénitas
    • Reabilitação no Paciente Idoso
    • Treino de Exercício após Transplante Cardíaco
    • Treino de Exercício na Doença Vascular Periférica
    • Treino de Exercício em Pacientes com Aparelhos Implantáveis

UNIDADE CURRICULAR 6 – ACTIVIDADE FÍSICA E EXERCÍCIO EM POPULAÇÕES ESPECIAIS
  • Actividade física e saúde: introdução à temática
  • Actividade física, aptidão física e o envelhecimento
  • Influência da actividade física e aptidão física no risco para a doenças cardiovasculares e metabólicas
  • Considerações clínicas e prescrição de exercício físico para indivíduos com doença cardiovascular
    • Cirurgia de revascularização
    • Insuficiência cardíaca
    • Doenças valvulares
    • Hipertensão
    • Doença vascular periférica
    • Transplante Cardíaco
    • Marcapasso cardíaco e Desfibrilador cardioversor implantável
  • Considerações clínicas e prescrição de exercício físico para indivíduos com doença metabólica
    • Diabetes
    • Obesidade

UNIDADE CURRICULAR 7 – NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO EM REABILITAÇÃO CARDÍACA
  • O que são e o que fornecem os alimentos.
  • HC, gorduras, proteínas, fibras, vitaminas, minerais, água.
  • Valor calórico dos alimentos.
  • Roda dos alimentos.
  • Principais erros alimentares.
  • Principais patologias relacionadas com a alimentação.
  • Alimentação saudável.
  • Padrão alimentar mediterrânico.
  • Necessidades calóricas.
  • Como comer ao longo do dia.
  • Alimentação e Saúde Cardiovascular.
    • Recomendações alimentares para prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares.
    • Recomendações alimentares para um coração saudável.

UNIDADE CURRICULAR 8 – PSICOLOGIA EM REABILITAÇÃO CARDÍACA
  • Tipos de personalidade associados às doenças cardiovasculares, identificando as variáveis individuais, familiares e ambientes relacionadas e avaliar os comportamentos típicos.
  • Tipo de patologias que surgem frequentemente associadas as doenças cardiovasculares, como consequência das mudanças cognitivas e comportamentais.
  • Modelos de intervenção que reflectiam essas características e que potenciam a possibilidade de recuperação, considerando sempre a promoção da saúde como principal factor de prevenção da recaída.

UNIDADE CURRICULAR 9 – OFICINA DE INVESTIGAÇÃO E SUPORTE BÁSICO DE VIDA
  • A pesquisa científica em Reabilitação Cardíaca – realidade actual.
  • Discussão e análise critica de textos científicos.
  • Apresentação de casos clínicos (reais ou ficcionados) visando:
    • Questionar decisões
    • Promover investigação
    • Trabalhar raciocínio clínico em equipa
    • Desenvolver a tomada de decisão
  • SBV
    • Cadeia de sobrevivência;
    • Algoritmo de Suporte Básico de Vida Adulto (Teoria e Treino em Manequim);
    • Desobstrução da Via Aérea;
    • Situações particulares.

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Dotar os estudantes dos conhecimentos necessários para:

  • Dominar o modelo conceptual de reabilitação cardíaca;
  • Planear, seleccionar e monitorizar um programa de exercício físico individualizado, ajustado a cada paciente de acordo com a sua patologia e necessidades especiais;
  • Prescrever e monitorizar de exercício físico para doentes cardíacos;
  • Aconselhar actividade física para doentes cardíacos;
  • Controlar as variáveis hemodinâmicas do doente cardíaco durante as sessões de exercício físico;
  • Utilizar técnicas de modificação do comportamento aplicadas ao perfil de factores de risco cardiovasculares;
  • Integrar uma equipa multidisciplinar de reabilitação cardíaca.

Resumo

A Pós-Graduação em Reabilitação Cardíaca pretende que desenvolver capacidades, cognitivas, psico-motoras e ético-relacionais dos profissionais que dentro da equipa multidisciplinar de reabilitação cardíaca têm responsabilidade na componente de prescrição de exercício físico e aconselhamento de actividade física.

Metodologia

O plano pedagógico organiza-se em aulas teóricas, teórico-práticas, práticas, seminários e cursos práticos.

Destinatários

Licenciados em Fisioterapia, Ciências do Desporto e Medicina.

Candidatura e selecção

Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

250 Horas

Unidades de crédito do curso

28

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 1/3 da carga horária. Aprovação em todas as unidade curriculares, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual ou superior a 10 valores em 20.

Duração e regime

O Curso decorrerá de Dezembro de 2011 a Dezembro de 2012. As aulas decorrerão às sextas, das 18h00 às 22h00 e aos sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Excepcionalmente as aulas também poderão decorrer ao Domingo das 9h00 às 13h00.

Cronograma

PROVISÓRIO
Dezembro de 2011 a Dezembro de 2012
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Outros Docentes Convidados
Fernando Ribeiro, Eng.º
Doutorado em Actividade Física e Saúde pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Mestre em Ciências do Desporto especialização em Actividade Física para a 3ª Idade. Licenciado em Fisioterapia. Professor Coordenador Convidado sem agregação do Departamento de Fisioterapia do Instituto Politécnico de Saúde do Norte, CESPU, crl. Investigador no Centro de Investigação em Actividade Física, Saúde e Lazer da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Qualificações especializadas em Reabilitação Cardíaca acreditadas pela European Association of Cardiovascular Prevention and Rehabilitation.
Andrea Ribeiro, Mestre
Licenciatura em Fisioterapia pela Escola Superior de Saúde do Porto, Instituto Politécnico do Porto. Mestre em Ciências da Fisioterapia, pela Faculdade de Motricidade Humana, Universidade Técnica de Lisboa. Doutoranda em Ciências da Fisioterapia pela Faculdade de Motricidade Humana, Universidade Técnica de Lisboa. Investigadora do Centro de Investigação e Performance Humana (CIPER), da Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa – Universidade Técnica de Lisboa. Assistente convidada no Curso de Desporto e Lazer da Escola Superior de Educação - Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Docente do Instituto Superior de Saúde do Alto Ave, nas Licenciaturas de Fisioterapia e Higiene Oral. Formadora de Inúmeros Cursos profissionais.
Alberto Jorge Carvalho Alves, Mestre
Licenciatura em Ciências do Desporto e Educação Física. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade da Porto. Master of Science (MSc) in Cardiac Rehabilitation. University of Essex, Colchester, United Kingdom. Doutorando em Actividade Física e Saúde na Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Pós-graduação em Ciências da Actividade Física para Populações Especiais. Universidade Profissional do Norte, Porto. British Association of Cardiac Rehabilitation (BACR) Phase IV Exercise Training Certified Instructor.
Ana Raquel Carvalho Silva, Mestre
Licenciatura em Enfermagem, Escola Superior de Enfermagem Cidade do Porto. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Instituto de Ciências da Saúde - Universidade Católica Portuguesa. Mestre em Enfermagem com Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica pelo Instituto de Ciências da Saúde - Universidade Católica Portuguesa. Elemento da coordenação da Equipa de Emergência Médica Interna do Centro Hospitalar do Porto – Hospital Santo António. Enfermeira na Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente do Hospital Santo António, Centro Hospitalar do Porto. Formadora de suporte básico de vida desde 2004.
Ana Tomé, Mestre
Licenciatura em Fisioterapia pela ESTeS de Coimbra. Mestrado em Fisioterapia, área de especialização de Saúde Pública na ESS Setúbal, ENSP e FCM – UNL. Pós-graduação em Fisioterapia Cardio-respiratória pela ESTeS de Lisboa. Formação pós graduada em Ventilação Mecânica, Fisioterapia Cardio-respiratória e Reabilitação Cardíaca. Fisioterapeuta no Serviço de Cardiologia e Unidade de Cuidados Intensivos Coronários do Hospital de Faro, integrando equipa de Reabilitação Cardíaca Fase 1. Prelector e Formadora em cursos e conferências promovidas por instituições públicas ou acreditadas, em sessões temáticas de Ventilação Mecânica e Reabilitação Cardíaca.
Bruno Aragão, Dr.
Licenciado em Psicologia pela Universidade do Minho. Doutorando em Psicofisíca pela Universidade do Minho. Área de pré-especialização, Psicologia Clínica e da Saúde. Investigador na Universidade do Minho, Pólo de Azurém.
Francisco Castro Ferreira, Dr.
Licenciatura em Medicina, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto. Especialista em Cardiologia. Assistente Hospitalar de Cardiologia, Unidade de Cuidados Intensivos Cardíacos, Centro Hospitalar do Alto Ave, Guimarães.
Mário Leite, Mestre
Licenciado em Fisioterapia pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto. Mestre em Ciências da Fisioterapia, pela Faculdade de Motricidade Humana, Universidade Técnica de Lisboa. Fisioterapeuta no Hospital de Santo António, Centro Hospitalar do Porto. Docente na Licenciatura em Fisioterapia da Escola Superior de Saúde Jean Piaget.
Paula Maria Rocha, Mestre
Licenciatura em Ciências da Nutrição na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Bacharelato em Fisioterapia pela Escola Superior de Tecnologia de Saúde do Porto. Mestrado em Ciências do Desporto – Actividade Física para a Terceira Idade – na Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto. Professora Adjunta no Departamento de Fisioterapia da Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa do IPSN, CESPU.

Emolumentos

Candidatura
50 Euros
Propinas
2.470 Euros ou 13 prestações mensais de 190 Euros.
(Cheques pré-datados)
20% Desconto para Cooperantes e funcionários da CESPU.
10% Desconto para Ex-alunos da CESPU, e para Instituições Protocoladas.
5% Desconto a pronto pagamento.