Introdução

No final dos anos 80, no Norte da Europa, começa a falar-se em supervisão clínica, intensificando-se a sua discussão e necessidade de implementação com os programas de acreditação e de qualidade.
A enfermagem enquanto ciência e profissão autónoma tem mantido uma busca contínua pela excelência dos cuidados simetrizando-se às expectativas políticas e sociais, bem evidenciado pela Ordem dos Enfermeiros, que assume como prioridade a aposta na qualidade dos cuidados prestados e na satisfação dos utentes.
No desenvolvimento deste contexto tem sido evidenciado a crescente atenção na supervisão clínica de Enfermagem como estratégia de orientação e promoção dessa qualidade. A supervisão deve ser vista como um processo de engrandecimento permanente, mútuo e de ajuda entre colegas. Está sempre assente numa relação interpessoal saudável, empática, que possibilita o estabelecimento de uma atmosfera afectivo-relacional positiva. É facilitadora do processo de ensino/aprendizagem e promove a auto e hetero supervisão comprometida e colaborante.

Data de realização do curso

04 de Novembro de 2011

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1 – COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO (20h)

  • Observação;
  • Técnicas de entrevista;
  • Estilos de liderança;
  • Casos práticos.

UNIDADE CURRICULAR 2 – PEDAGOGIA (20h)
  • Educação de adultos;
  • Avaliação: elaboração de instrumentos de avaliação na supervisão clínica.

UNIDADE CURRICULAR 3 – SUPERVISÃO (80)
  • Papel e perfil do supervisor;
  • Competências do supervisor;
  • Modelos de supervisão;
  • Ética e deontologia na supervisão;
  • Processo supervisivo e o Modelo de Desenvolvimento Profissional.

UNIDADE CURRICULAR 4 – TRABALHO DE PROJECTO (80h)
  • Portefólio: orientações para a elaboração
  • Áreas de supervisão: supervisão da prática tutelada e supervisão de pares
  • Seminário: apresentação dos trabalhos de projecto.

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Telefone 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Desenvolver no profissional de enfermagem competências e estratégias de intervenção no domínio da Supervisão Clínica, nos diferentes contextos profissionais: orientação de estudantes, integração de novos elementos e colaboração no exercício da prática tutelada.

Objectivos específicos:

  • Desenvolver competências comportamentais e relacionais adequadas à supervisão clínica;
  • Debater o papel e o perfil de supervisor;
  • Aplicar o processo de avaliação em supervisão;
  • Estimular o pensamento ético e critico reflexivo.

Resumo

A supervisão deve ser vista como um processo de engrandecimento permanente, mútuo e de ajuda entre colegas. Está sempre assente numa relação interpessoal saudável, empática, que possibilita o estabelecimento de uma atmosfera afectivo-relacional positiva. É facilitadora do processo de ensino/aprendizagem e promove a auto e hetero supervisão comprometida e colaborante.

Metodologia

O plano pedagógico desenvolve-se em aulas teóricas, teórico-práticas,e seminários.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem.

Candidatura e selecção

Análise Curricular Académica e Profissional e Ordem de Inscrição.

Nº de vagas para o curso

25

Carga horária

208 Horas

Unidades de crédito do curso

25

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 25% da carga horária. Aprovação nos testes escritos ao longo do Curso, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual ou superior a 50%.

Duração e regime

O Curso decorrerá de Novembro de 2011 a Junho de 2012. As aulas decorrerão às sextas, das 18h00 às 22h00 e aos sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (Quinzenalmente).

Cronograma

PROVISÓRIO
04, 05, 18 e 19 de Novembro de 2011
02, 03, 16 e 17 de Dezembro de 2011
06, 07, 20 e 21 de Janeiro de 2012
03, 04, 17 e 18 de Fevereiro de 2012
Estágio de 40 Horas Março de 2012
Estágio de 40 Horas Abril de 2012
04, 05, 18 e 19 de Maio de 2012
01 e 02 de Junho de 2012
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Outros Docentes Convidados
Deolinda Maria Correia Vale, Enfa.
Enfermeira Directora do Centro Hospitalar do Médio Ave, EPE. Licenciada em Enfermagem com Especialidade em Enfermagem de Reabilitação. Pós Graduada em Supervisão Clínica em Enfermagem. Título de Especialista na Área Científica de Enfermagem (Decreto-Lei n.º 206/2009 de 31 de agosto).
Anabela Santos Rodrigues, Profa. Doutora
Docente do Ensino Superior. Doutorada em Psicologia(linha de investigação de trabalho de equipa). Licenciada em Enfermagem. Licenciada em Psicologia.
Carla Inês Soares Ribeiro, Mestre
Enfermeira Responsável do Serviço de Ortopedia da Unidade de Santo Tirso do Centro Hospitalar do Médio Ave, EPE. Mestre em Gestão e Administração de Unidades de Saúde. Licenciada em Enfermagem com Especialidade em Enfermagem de Reabilitação. Pós Graduada em Supervisão Clínica em Enfermagem. Título de Especialista na Área Científica de Enfermagem (Decreto-Lei n.º 206/2009 de 31 de agosto).
Maria Assunção Gomes Magalhães, Mestre
Coordenadora da Unidade de Cuidados na Comunidade, Enfermeira Chefe do Centro de Saúde de Vila do Conde/Modivas. Mestre em Bioética e ética de Medicina. Licenciada em Enfermagem com Especialidade em Enfermagem de Reabilitação.
Maria Fernanda Pinheiro Costa Gomes Silva, Mestre
Coordenadora da Unidade Funcional de Formação do Centro Hospitalar do Médio Ave, EPE. Enfermeira Chefe. Mestre em Educação: Formação Trabalho Recursos Humanos. Licenciada em Enfermagem com Especialidade em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria.
Sara Daniela Correia Silva Martins Lopes, Mestre
Enfermeira do Centro Hospitalar do Médio Ave, EPE. Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica. Licenciada em Enfermagem com Especialidade em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria. Pós Graduada em Supervisão Clínica em Enfermagem.
Sandra Silvia Monteiro Santos Cruz, Mestre
Professora Adjunta. Licenciada em Enfermagem, com especialidade em Saúde Infantil e Pediátrica. Mestre em Administração e Planificação da Educação. Pós Graduada em Supervisão Clínica em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem – área de Supervisão Clínica em Enfermagem.

Emolumentos

Candidatura
50 Euros
Propinas
2.200 Euros ou 10 prestações mensais de 220 Euros.
(Cheques pré-datados)
20% Desconto para Cooperantes e funcionários da CESPU
10% Desconto para Ex-alunos da CESPU e para Instituições Protocoladas
5% Desconto a pronto pagamento