Introdução

O Curso de Pós-Graduação em Dor Orofacial - Disfunção Temporomandibular foi desenvolvido de acordo com competências definidas internacionalmente para os profissionais que atuam nesta área. Este curso tem como principal objetivo dotar os profissionais de saúde de conhecimentos e competências necessárias para, de forma proficiente, serem capazes de avaliar e intervir num contexto de inter, multi e transdisciplinaridade.
Tendo em conta a importância do raciocínio clínico baseado na melhor evidência disponível para o desempenho de uma prática atualizada, este curso reúne um corpo formador de excelência, com um currículo diferenciado, inovador e multidisciplinar.
Esta pós-graduação contempla uma estrutura curricular que privilegia ainda a especificidade da intervenção de 3 grupos profissionais, com a criação de uma unidade curricular opcional para 3 ramos específicos de intervenção (a. Intervenção específica do Fisioterapeuta; b. Intervenção específica do Médico Dentista/Estomatologista; c. Intervenção específica do Terapeuta da Fala) que pretende favorecer a vertente prática proporcionando aos formandos uma elevada oportunidade de aquisição e reforço de competências intervencionais.

Data de realização do curso

junho de 2021

Áreas de conhecimento

  • Fisioterapia
  • Medicina Dentária
  • Medicina
  • Terapia da Fala

Estrutura curricular

U.C. 1 - Ciências Básicas (Anatomia e Fisiologia da cabeça e pescoço; Biomecânica funcional e alterações da função da articulação temporomandibular; Neurofisiologia da dor; Epidemiologia e etiologia da dor orofacial-DTM; Dor orofacial e DTM: Classificação, diagnóstico diferencial e comorbilidades).
U.C. 2 - Avaliação e tratamento (Imagiologia; Avaliação neuropsicológica da dor; Avaliação e intervenção multidisciplinar; Critérios de diagnóstico de DTM; DTM, Oclusão e Ortodontia; Bruxismo; Evidência em Dor orofacial e DTM; Tratamento cirúrgico; Comunicação na DTM; Discussão de casos clínicos).
U.C. 3- Seminários
U.C.4 - Intervenção específica (a. Fisioterapia nas DTM’s; b. Terapia da Fala nas DTM’s; c. Medicina Dentária nas DTM’s; Educação Clínica).

Documentação necessária de candidatura

Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/posgraduacoes
Curriculum Vitae;
Fotocópia do Certificado de Habilitações ou cédula profissional;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional); 
O valor de candidatura (50€) será devolvido no caso de adiamento ou cancelamento da formação.

Observações

Os Fisioterapeutas que concluírem a Pós-Graduação com aprovação terão creditação parcial no Mestrado de Fisioterapia da ESSVS - IPSN.

NOTA: Os conteúdos relativos a esta Pós-Graduação podem estar suscetíveis a alterações pontuais.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

O Curso de Pós-Graduação em Dor Orofacial - Disfunção Temporomandibular tem como principal objetivo dotar os diferentes profissionais de saúde que intervêm nesta condição clínica dos conhecimentos e recursos necessários para, de forma proficiente, atuar na avaliação e tratamento desta condição clínica.
Este curso pretende desenvolver competências avançadas na identificação dos diferentes aspetos relacionados com a DTM, diagnosticar, planear e assegurar cuidados de saúde considerando a importância da interação dinâmica entre profissionais de saúde e de uma prática centrada no paciente. Este curso pretende assim fomentar a partilha de experiências dos diferentes profissionais de saúde que intervêm nesta condição, favorecendo o reconhecimento de sinais e sintomas indicativos de uma necessidade de referenciação, assegurando uma prática profissional e ética ao mais alto nível.
A prática de excelência deverá ser baseada na evidência científica atual e desenvolvida através do raciocínio clínico no sentido de identificar os défices existentes ou potenciais, as limitações funcionais assim como os fatores psicossociais que irão direcionar as intervenções dos diferentes profissionais.

Metodologia

Será utilizada metodologia demonstrativa, expositiva, experimental e/ou problem-based learning, de acordo com as especificidades e tipologias das unidades curriculares. Relativamente à tipologia das aulas, estas poderão ser teóricas (estando prevista a realização de algumas aulas por videoconferência), teórico-práticas e práticas, sendo prática entre formandos e prática com pacientes (exclusivamente na UC 4 - Educação Clínica). 

Face à pandemia do COVID-19, algumas sessões poderão decorrer em videoconferência.

Destinatários

Médicos, médicos dentistas, estomatologistas, fisioterapeutas, terapeutas da fala, psicólogos ou outros profissionais de saúde, mediante análise curricular.

Candidatura e selecção

Candidaturas Abertas.

Para a inscrição específica na Unidade Curricular (UC) 4, é critério de seleção para cada um dos ramos:
a. Intervenção específica do Fisioterapeuta: Licenciatura em Fisioterapia
b. Intervenção específica do Médico Dentista/Estomatologista: Licenciatura/Mestrado integrado em Medicina Dentária/Estomatologia
c. Intervenção específica do Terapeuta da Fala: Licenciatura em Terapia da Fala

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

200 horas (geral) + 47 horas (UC 4, específica para Fisioterapeutas, Médicos Dentistas/Estomatologistas e Terapeutas da Fala)

Unidades de crédito do curso

25 ECTS (geral) + 8 ECTS (UC 4, específica para Fisioterapeutas, Médicos Dentistas/Estomatologistas e Terapeutas da Fala)

Critérios de aprovação

A avaliação de cada unidade curricular (módulo ou conjunto de módulos integrados numa mesma unidade curricular) será realizada por meio de um exame prático e/ou teórico. O aluno é aprovado com nota igual ou superior a 10 valores.

Duração e regime

O curso decorrerá de junho de 2021 a junho de 2022.
As aulas decorrerão, uma vez por mês, às quintas-feiras, das 18h às 22h, sextas-feiras, das 9h às 13h e das 14h às 18h e aos sábados, das 9h às 13h e das 14h às 18h.
Pontualmente, poderá haver alterações que serão avisadas com a devida antecedência.

Cronograma

junho de 2021 a junho de 2022

24, 25 e 26 junho de 2021

22, 23 e 24 julho de 2021

23, 24 e 25 setembro de 2021

21, 22 e 23 outubro de 2021

18, 19 e 20 novembro de 2021

16, 17 e 18 dezembro de 2021

20, 21 e 22 janeiro de 2022

17, 18 e 19 fevereiro de 2022

24, 25 e 26 março de 2022

21, 22 e 23 abril de 2022

26, 27 e 28 maio de 2022

16, 17 e 18 junho de 2022

(Cronograma provisório)

Corpo docente

Alexandra Vinagre, Prof.ª Doutora

Médica Dentista (OMD 2218). Licenciatura em Medicina Dentária pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), 1998. Pós-graduada em Ortodontia pelo Departamento de Medicina Dentária, Estomatologia e Cirurgia Maxilo-Facial da FMUC, 2003. Assistente convidada da disciplina de Dentisteria Operatória, na Área de Medicina Dentária da FMUC. Provas de Aptidão Pedagógica e Científica pelo Departamento de Medicina Dentária, Estomatologia e Cirurgia Maxilo-Facial da FMUC, 2006. Doutorada em Ciências da Saúde pela FMUC, Setembro, 2014. Especialista em Ortodontia pela OMD, Junho 2015. Master Damon. Especialização em Ortodontia ,2013. Curso Internacional de Experto en Cirugía Ortognática y Ortodoncia Quirúrgica. Especialização em Ortodontia. UIC, 2015. Pós-Graduação em Ortodontia com Alinhadores - Sistema Invisalign, CESPU, 2019. Diversas publicações em revistas nacionais e internacionais. Orientação e co-orientação de teses de mestrado. Revisora científica em diferentes revistas.

Ariovaldo Junior, Prof. Doutor

Doutoramento em Neurociências pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brasil. Mestrado em Medicina (Neurologia) pela Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil. Residência médica em Neurologia no Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Belo Horizonte, IEP-SCBH, Brasil. Licenciatura em Medicina na Faculdade de Medicina de Barbacena, FMB, Brasil. Docente de Química na Escola Estadual Amilcar Savassi, EEAS, Brasil (1994). Docente de Biologia na Escola Estadual Professor Soares Ferreira, EEPSF, Brasil (1994). Docente de Biologia Humana no Sistema Fênix - Anglo de Ensino, SF-AE, Brasil (1994-1998). Docente de Biologia e Programa de Saúde na Escola Objetivo - Aplicação, UNIPAC, Brasil (1997). Docente. Fundação Presidente Antônio Carlos, FUPAC, Brasil (1997-1998). CEO e criador da SYNAPSE e Sócio-Fundador AXONN. Novos processos - Método Synapse Based Learning (SBL); método Venda Centrada na Pessoa (VCP); Método Comunicação Centrada na Pessoa (CCP).

Carmen Benito Vicente , Dr.ª

Licenciada pela Faculdade de Odontologia da UCM (1992). PhD da UCM (1997). Pós-graduação em Patologia e Oclusão da ATM no Hospital Geral Universitário Gregorio Marañón de 800 horas (1992-94). Professor Colaborador do Mestrado em Dor Orofacial da UPV desde 2007. Colaboração assistencial na Seção ATM do Hospital Geral Universitário Gregorio Marañón (1993-1999). Curso de atualização on-line em Dor Orofacial pela UMNDJ (Universidade de Medicilina e Odontologia de NEW Jersey (150 horas, maio de 2003 a setembro de 2003). Programa de formação contínuo em implantologia e reabilitação oral (setembro de 2002 a dezembro de 2003). Numerosos cursos nacionais e internacionais relacionados à patologia da ATM e Dor Orofacial. Prémio Nacional de melhor artigo original publicado na "Revista de Actualidad odontoestomatológica española em 1992" “Valor da ressonância magnética nas alterações dinâmicas da ATM".  Autor de várias publicações em revistas e livros relacionados a técnicas de imagem em Dor Orofacial e TTM. Professor Associado da Universidade Europeia de Madrid. Coordenadora da disciplina "Patologia Dentária e Odontologia Restauradora” de 1999 à atualidade. Professor colaborador em cursos de formação continuada na SEDCYDO / (2003-2004) (2011) (20-16-19). Professor Associado do Mestrado Universitário em Dor Orofacial e Disfunção Craniomandibular San Pablo Ceu desde 2008. Professor Colaborador no título de Especialista em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial da UCM desde 2014. Palestrante em inúmeras conferências nacionais e internacionais sobre patologia da ATM e Dor Orofacial. Membro da Sociedade Espanhola de Disfunção Craniomandibular (de 1993 até o presente).  Membro do Conselho de Administração da Sociedade Espanhola de Disfunção Craniomandibular e Dor Orofacial SEDCYDO (2001-2004) como secretário e membro do Conselho de Administração (2009-2012). Presidente da SEDCYDO 2016-2019. Membro da Comissão Científica do Colégio de Dentistas de Madrid na área da Disfunção Craniomandibular e Medicina Dentária do Sono: (2016-2024). Clínica própria dedicada à Odontologia Restauradora e Estética, Disfunção Craniomandibular e Dor Orofacial desde 1995.

César Fernández De Las Peñas , Prof. Doutor

Docente em Fisioterapia na Universidad Rey Juan Carlos – Espanha (2001- presente)
Fisioterapeuta no Departamento de Neurologia, no Hospital Alcorcón (2004- presente)
Fisioterapeuta na Clinic of Rheumatic and Soft Tissues Diseases (2002-2006)
Fisioterapeuta na Soft Tissue Center (2000-2002)
Fisioterapeuta na Equipa Atlética Espanhola (2000)
Doutorado em Ciências Médicas na Aalborg University – Denmark (2012)
Doutoramento na Universidad Rey Juan Carlos – Spain (2008)
Mestrado em Saúde Pública na Universidad Rey Juan Carlos – Espanha (2008)
Doutoramento em Ciências Biomédicas na Faculty of Science and Technology, Aalborg Universit - Dinamarca (2007)
Fisioterapeuta na Universidad Rey Juan Carlos – Espanha (2000)
Publicou cerca de 400 publicações e é o primeiro autor de aproximadamente 140 delas. A maioria dos artigos concentra-se na pesquisa clínica da dor humana, na triagem de drogas e na interação entre o controlo motor e a dor crónica. Os tópicos mais relevantes de sua pesquisa são o foco na dor de garganta, dor de cabeça e efeitos neurofisiológicos da terapia manual.
As atividades de pesquisa estão concentradas nas ciências biomédicas dentro das neurociências. As áreas de pesquisa específicas foram sobre dor e avaliação da dor em voluntários e pacientes com dor crónica.

Cibele Dal Fabbro , Prof.ª Doutora

Doutoramento em Medicina do Sono pela  Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Mestrado em Reabilitação Oral pela Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP). Especialista em Dor Orofacial (CFO-Brasil). Especialista em Acupuntura (Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - IOT/FMUSP). Coordenador de Medicina Dentária do Sono - Instituto do Sono São Paulo – Brasil. Assistente de Pesquisa - Centro de Pesquisa Avançada em Medicina do Sono, CIUSSS NIM e Faculdade de Medicina Dentária, Université de Montréal, Canadá.

David Sanz , Dr.

Licenciatura em Medicina com a média de 17 valores na Universidade Rovira i Virgili (1994-2000). Internato Complementar Medicina Interna. Hospital São Francisco Xavier — Orientadora Professora Doutora Cândida Fonseca. (2006–2008). Membro das equipas de Urgência SO , no hospital Fernando Fonseca/Amadora Sintra. Internato Complementar Cirurgia Maxilo-Facial. Centro Hospitalar Universitário de Coimbra. Médico de VMER- Unidade Torres Vedras e CHUC. Assistente hospitalar CMF Centro Hospitalar Universitário de Coimbra. Prática Privada CMF. Lisboa, Algarve e Madeira. Assistente convidado na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, FMUC. Prática privada no Instituto Português da Face na área de cirurgia Maxilo-Facial.

Eduardo Januzzi, Prof. Doutor

Doutor em Saúde Baseada em Evidências e mestre em DTM e Dor Orofacial (Escola Paulista de Medicina. UNIFESP), Médico dentista e Mestrado Integrado em Medicina Dentária pela Faculdade Egas Moniz – Lisboa Portugal, especialista em DTM e Dor Orofacial (CFO. Brasil), especialista em Prótese Dentária e em Periodontia (APCD . Bauru), especialista em Saúde Baseada Em Evidência (Hospital Sírio Libanês – SP), extensão em Dor orofacial , DTM e oclusão (UMD- New Jersey – USA), coordenador de cursos de pós-graduação em DOF / DTM e Implantodontia (Faculdade Ciodonto . MG . Brasil), coordenador do ambulatório de Dor orofacial, DTM e Cefaléias (CETRO. MG.  Brasil), Consultor Científico da Signo Vinces (Sistemas de Implantes Dentais: Brasil e Europa ), ITI member, Membro da IASP – International Academy  for Study of Pain,Membro do Comitê de Dor Orofacial da Sociedade Brasileira de Cefaléias, Sócio fundador da SBDOF(Sociedade Brasileira de Dor Orofacial), Membro do Board editorial do International Journal of Clinical Anesthesiology, Membro do Board editorial do Journal of Anesthesia & Perioperative, Membro do Board editorial do Journal of SciTz Dentistry: Research & Therapy Management,Membro do  Board editorial  of the Journal of Oral Health and Dental Care , Membro do Board editorial do Journal of Cosmetology & Oro Facial Surgery, Membro do Board editorial do Journal of Anesthesia-Intensive care and pain therapy. Tradutor e revisor científico do livro texto “Clinical Management of TMD and OFP” – Richard A. Pertes and Sheldon G. Gross), Sócio Honorário e membro correspondente no Brasil da Sociedade Portuguesa de Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular,Responsável pelo do Núcleo de Dor Orofacial e DTM do Serviço Mais Saúde do Hospital Mater Dei – Belo Horizonte – MG,Pesquisador internacional e membro do CIIEM(Centro de investigação internacional da Faculdade Egas Moniz – Lisboa – Portugal.

A

rtigos publicados em periódicos nacionais e internacionais, conferencista no Brasil e exterior.

Enrique Pozuelo , Prof. Doutor

Doutor em Medicina Dentária pela Universidade Complutense de Madrid (UCM) com "Cum laude" por unanimidade (2008). Licenciatura em Medicina Dentária ISCS-Lisboa, (1999).  Título próprio de "Especialista em Implantoprótese" pela Faculdade de Medicina Dentária da UCM (2001). Pós-graduação em "Patologia da articulação temporomandibular", no Hospital Geral Universitário Gregorio Marañón (2001). Pós-graduação em "Desordens temporomandibulares e dor orofacial" no Hospital Geral da Universidade Gregorio Marañón (2002). Atualmente é professor de diversos cursos de pós-graduação universitários, relacionados à Disfunção Creaneomandibular, Implantologia e Reabilitação Oral. (Universidade Complutense, Universidade San Pablo CEU, Universidade a distância Madrid-Udima ...) Foi professor titular do Departamento de Odontologia em Prótese Dentária I (3º curso) Prótese Dentária II. (4º curso) de Bacharelado em Odontologia, Universidad San Pablo - CEU, Madrid 2010-14. Sócio da SEDCYDO (2002) e SEPES (2000). Membro do Conselho de Administração da SEDCYDO em 2010/13 e 2016/19. Membro do Comitê Científico SEDCYDO 2014, 2016 e 2019. Responsável pelo Centro de Odontologia Pozuelo, em Madrid, desde 2000. Atualmente é colaborador de outras prestigiadas clínicas de Madrid, na área de Reabilitação Oral e Prótese Dentária, Disfunção Temporomandibular e Odontologia Restauradora e Estética. Tem publicações em revistas, bem como apresentado comunicações, relacionadas com reabilitação oral e disfunção temporomandibular.

Fátima Feliciano , Prof.ª Doutora

Doutorada e Pós-doutorada em Psicologia Clínica, Mestre em Psicologia da Educação, Licenciada em Psicologia Pré-Bolonha. Especialista em Psicologia Clínica pelos HUC; Especialista-Supervisora das metodologias VIG/VHT. Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde e em Psicologia da Educação pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. Especialista Avançada em Intervenção Precoce, em Necessidades Educativas Especiais e em Neuropsicologia pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. Psicóloga clínica e da saúde (serviço nacional de saúde e clínicas privadas) - processos psicoterapêuticos, ao nível da saúde física e mental; psicoterapias breves; acompanhamento psicológico e avaliação psicológica e neuropsicológica. Professora no Ensino Superior (Universitário: Coordenadora de Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde e em Educação Especial até 2015 – ISEIT/Piaget Viseu; Docente Psicologia UIFF; Politécnico: ESEC, ESEnfC, ESTeSC). Investigadora em projetos individuais e em projetos I&D e da FCG. Investigação aplicada e intervenção clínica, (populações com problemáticas ao nível do risco; doença crónica; família/parentalidade e vinculação); com publicações de livro, capítulos de livros e artigos científicos em revistas nacionais e internacionais. Psicóloga Forense (Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses - INMLCF e tribunais). Psicologia da emergência e intervenção em crise (Equipas de Apoio Psicossocial-EAPS da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil -ANEPC). Supervisora e orientadora da prática em psicologia clínica, de estagiários curriculares, de estágios profissionais da OPP e de profissionais de psicologia.

Fernando Exposto, Prof. Doutor

Doutoramento no Departamento de Dor Orofacial e Função Mandibular na Universidade de Aarhus University (Aarhus, Denmark). Mestrado em “Headache Disorders” na Universidade de Copenhagen (Copenhagen, Denmark). Residência em Dor Orofacial na Universidade de Kentucky (Lexington, KY). Mestrado em Medicina Dentária na Universidade de Danube (Krems, Austria). Licenciatura em ISCSEM - Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz (Lisboa, Portugal). Docente na área de “Instrução clínica de estudantes de dentária em Dor Orofacial” no Departamento de Medicina Dentária e Saúde Oral, na Universidade de Aarhus. Investigador no Departamento de Fisiologia na Universidade de Kentucky, com enfase nas àreas da “Modelagem pré-clínica da dor orofacial neuropática” e “Nocicepção associada à atividade COMT”. Docente responsável pelo ensino de técnicas de corte, incorporação e coloração para alunos de Graduação, Medicina Dentária e Medicina. Docente responsável pela Instrução clínica de alunos de Medicina Dentária em dor orofacial na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Kentucky. Autor de vários artigos científicos que versam sobre a área da Dor Orofacial. 

Filipe Palavra , Dr.

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (2005). Ano Comum realizado nos Hospitais da Universidade de Coimbra (2006). Internato Médico com formação específica em Neurologia no Centro Hospitalar de Coimbra – E.P.E. (2007-2011). Assistente Hospitalar de Neurologia no Hospital Geral do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra – E.P.E. (2012). Neurologista e investigador clínico no Centro de Esclerose Múltipla da Catalunha (Hospital Universitário Vall d’Hebron), em Barcelona (2013-2014). Investigador no Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) e no Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida (IBILI) da Universidade de Coimbra (desde 2014). Ciclo de Estudos Especiais em Neuropediatria no Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra – E.P.E. (2016-2018). Neurologista Pediátrico no Hospital Pediátrico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra – E.P.E. desde 2018. Aluno de Doutoramento da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Docente na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Vice-Presidente e Secretário Geral da Direcção da Sociedade Portuguesa de Neurologia. Tesoureiro da Direcção da Sociedade Portuguesa de Neuropediatria. Membro activo de outras sociedades científicas: Sociedade Portuguesa de Cefaleias, Grupo de Estudos de Esclerose Múltipla, Sociedade Portuguesa de Doenças Metabólicas e Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral.

Gilles Lavigne , Prof. Doutor

Doutorado em Medicina Dentária DMD na Universidade de Montreal (Canadá), Doutorado PhD na Universidade de Toronto (Canadá) e Membro do Royal College of Dentists of Canada (Medicina oral) na Universidade de Georgetown (EUA). Completou o seu Pós-Doutorado em neurobiologia da dor no National Institutes of Health(NIH, Bethesda, EUA). Recebeu o título de Doutor honoris causa da Faculdade de Medicina e Odontologia, Zenntrum für Zahnmedizin, Universidade de Zurique (Suíça). É membro do American College of Dentists e da Canadian Academy of Healthy Sciences. Em 2018 foi nomeado membro da Ordem do Canadá.Detém uma Cátedra de Pesquisa em Dor, Sono e Trauma no Canadá e foi Reitor da Faculdade de Medicina Dentária da Université de Montréal, Canadá (2008-2016). Foi presidente da Canadian Sleep Society e presidente da Canadian Pain Society. É co-fundador e ex-diretor das três redes de pesquisa para Saúde Oral, Dor e Mecanismos de Placebo no âmbito do Fonds de la Recherche en Santé du Quebec e do Instituto Canadense de Pesquisa em Saúde (CIHR). Foi diretor interino de pesquisa médica no CIUSSS Nord Ile de Montreal (2017-2019). Reconhecido internacionalmente pelos seus projetos de pesquisa experimental e clínica sobre bruxismo do sono e as interações entre sono, dor e distúrbios respiratórios. Também atua no ensino clínico e serviços nessas áreas.

Joana Raquel Pereira, Dr.ª

Médica Dentista pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (2014). Co-fundadora e 1ª Vogal da Direção da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SPDOF). VI Curso de Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular pelo Dr. Júlio Fonseca (2015). Especialização Internacional em Oclusão, Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, pelo Prof. Eduardo Januzzi (2016-2018). Membro do Gruppo di Studio Italiano Disordini Craniomandibolari (GSID) fundado pelo Prof. Daniele Manfredini (2018). Curso de Roncopatia e Apneia Obstrutiva do Sono pela OrisEducare.Formadora auxiliar do Curso de DC/TMD em Portugal

José Pereira Monteiro, Prof. Doutor

Licenciatura em Medicina. Doutoramento em Medicina Interna, Classe de Neurologia, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto (ICBAS/UP). Agregação em Neurologia, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto (ICBAS/UP).Especialização em Neurologia. Professor Jubilado de Neurologia da Universidade do Porto. Investigação clínica, epidemiológica e genética das cefaleias primárias (enxaqueca, cefaleias trigémino-autonómicas e outras) e das nevralgias cranianas idiopáticas. Exerce atividade clínica no Hospital CUF Porto e no Instituto CUF Porto. Consultor de Neurologia, Hospital de Santo António, Centro Hospitalar do Porto (1975-2014). Fundador da Consulta de Cefaleias, Serviço de Neurologia, CHP/HSA (1983). Direção da Consulta de Cefaleias, CHP/HSA (1983-2014).

Júlio Fonseca , Prof. Doutor

Médico Dentista, Licenciado em 2004 pelo Departamento de Medicina Dentária, Estomatologia e Cirurgia Maxilo-Facial da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC). Pós-Graduado em Reabilitação Oral Protética pelo Departamento de Medicina Dentária, Estomatologia e Cirurgia Maxilo-Facial da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Mestre em Patologia Experimental pela FMUC com tese na área do Bruxismo. Doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra na área das Disfunções Temporomandibulares. Assistente Convidado das Disciplinas de Anatomia Dentária, Fisiologia do Aparelho Estomatognático e Reabilitação Oclusal do Mestrado Integrado em Medicina Dentária do DEMDCMF da FMUC até 2015. Eleito pela Revista Saúde Oral como Figura do Ano 2013 em Portugal na área da Oclusão. Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SPDOF) entre 2014-2018. Presidente da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SPDOF) entre 2018-2021. Vice-Presidente da Seção do Sono da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SPDOF) desde 2014. Membro Suplente do Conselho Deontológico da OMD. Autor e Co-Autor de diversos artigos científicos/trabalhos publicados em revistas/congressos nacionais e internacionais. Conferencista e Docente de Cursos nas áreas da Prostodontia, Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular. Responsável pela consulta de Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular da OrisClinic (Coimbra) e Centro Visages (Viseu)

Maria Paço, Prof.ª Doutora

Licenciada em Fisioterapia pelo Instituto Politécnico de Saúde do Norte, Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa. Mestre em Fisioterapia, Especialização em condições músculo-esqueléticas pela Universidade Nova de Lisboa/Instituto Politécnico de Setúbal. Doutorada em Fisioterapia pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Docente na Licenciatura em Fisioterapia no Instituto Politécnico de Saúde do Norte.

Paulo Conti, Prof. Doutor

Professor Titular do Departamento de Prótese da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB), da Universidade de São Paulo. Mestrado e Doutorado em Reabilitação Oral pela FOB-USP. Pós-Doutorado em Dores Orofaciais e Disfunções Temporomandibulares pela “University of Medicine and Dentistry of New Jersey”, USA. Diplomate, ”American Board of Orofacial Pain”. Especialista em “Disfunções Temporomandibulares e Dores Orofaciais” pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO). Coordenador do “Bauru Orofacial Pain Group”. Membro Honorário da “Academia Iberolatinoamericana de Disfunção Crânio Mandibular e Dor Orofacial”. Primeiro Presidente e Membro Honorário da “Sociedade Brasileira de DTM e Dores Orofaciais”(SBDOF). Secretário do “Special Interest Group (SIG)” Orofacial and Head Pain da International Association for the Study of Pain (IASP).

Ricardo Santos, Mestre

Licenciatura em Terapia da Fala na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto – IPP. Mestrado em Ciências da Fala e da Audição (Universidade de Aveiro). Doutorando em Ciências e Tecnologias da Saúde (Universidade de Aveiro). Terapeuta da Fala no Grupo Trofa Saúde desde 2004. Assistente Convidado do Curso de Terapia da Fala na Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto – Instituto Politécnico do Porto (ESTSP-IPP). Docente na Pós-graduação e Intervenção Terapêutica Motora Oral e Facial, Pós- Graduação em Disfagias Orofaríngeas e Pós Graduação em Voz Patológica e Voz Profissional no Instituto EPAP (Lisboa). Docente Convidado do Mestrado em Terapia da Fala – Especialização em Motricidade Orofacial e Deglutição (Escola Superior de Saúde do Alcoitão). Autor e Co-Autor de artigos científicos/trabalhos publicados em revistas/congressos nacionais e internacionais. Presidente da Direção da Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala (desde 2014). Sócio da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala.

Tiago Oliveira , Dr.

Fisioterapeuta, licenciado em 2002 pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra. Prática clínica exclusiva na área da disfunção temporomandibular e dor orofacial - Orisclinic e Clínica da Foz. Sócio-fundador e atualmente Tesoureiro da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial. Coordenador do Curso Modular de Fisioterapia na Disfunção Temporomandibular, pela Oriseducare. Pós-graduação em Fisiopatologia do Sistema Músculo-esquelético Crânio-mandibular, Crânio-cervical e Dor Facial, com o Prof. Dr. Mariano Rocabado. Co-coordenador do livro “Disfunções Temporomandibulares: Uma Abordagem Multidisciplinar”, o primeiro livro publicado pela Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial. Co-autor em capítulos dos 2º e 3º livros da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial. Professor convidado na pós-graduação “Experto en Fisioterapia de los Trastornos Temporomandibulares y las Cefaleas”, no Centro Superior de Estudios Universitarios La Salle – Universidade Autónoma de Madrid. Orador em vários eventos científicos com temas relacionados com a disfunção temporomandibular. Presidente da atual Comissão Organizadora do Congresso Nacional de Fisioterapeutas. 

Tiago Neto , Dr.

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (2008)
Especialista em Cirurgia Maxilofacial (2016)
Prática focada em Cirurgia Ortognática, Disfunção temporomandibular, Glândulas salivares, Reconstrução microcirúrgica
Assistente Hospitalar de Cirurgia Maxilofacial no Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) Porto
Prática privada em Cirurgia Maxilofacial, Grupo Trofa Saúde e Hospital da Luz Aveiro
Fellow of the European Board of Oro-Maxillo-Facial Surgery (EBOMFS) (2016)
Membro da European Association for Cranio-Maxillo-Facial Surgery (EACMFS)
Membro da Sociedade Portuguesa de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (SPDOF)
Estágios internacionais em cirurgia ortognática, artroscopia da articulação temporomandibular, reconstrução microcirúrgica de cabeça e pescoço, fendas lábiopalatinas, cirurgia estética da face
Autor e co-autor de vários artigos científicos e comunicações nacionais e internacionais 
Prémio Melhor Póster, Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética (2010) 
Prémio John Lowry, EACMFS, Praga, República Checa (2014)
Prémio John Lowry, EACMFS, Munique, Alemanha (2018)

Vanessa Marcelino, Mestre
Outros Docentes Convidados