Introdução

A ferida pode surgir em consequência de vários fatores traumáticos: químicos, físicos e/ou mecânicos, mas necessitará sempre de uma eficaz avaliação e intervenção para que cicatrize de forma efetiva. Para minimizar o impacto que sempre provocará na qualidade de vida da pessoa, é necessário que a intervenção efetuada seja técnica, científica e farmacologicamente bem executada. Os cuidados à pessoa com ferida são muito diferenciadas podendo levar-nos desde as unidades hospitalares, nos seus diversos serviços, aos cuidados de saúde primários até ao domicílio do indivíduo. Assim, a melhoria contínua dos cuidados de saúde deve ser uma preocupação constante de qualquer profissional em qualquer contexto de trabalho. Pensar abordar a pessoa portadora de ferida, aguda ou crónica, simples ou complexa, requer uma abordagem multidisciplinar de modo a que nos diferentes âmbitos de atividade, os profissionais de saúde possam mobilizar saberes teóricos, práticos e relacionais, numa perspetiva de intervenção mais eficaz tendo em conta o bem-estar e qualidade de vida do indivíduo. Esta formação conta com um Corpo Docente com reconhecido mérito Científico e Académico, bem como com longa experiência de trabalho na área de avaliação e intervenção em Feridas.

Data de realização do curso

janeiro de 2015

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem
  • Medicina
  • Podologia
  • Farmácia
  • Ciências Farmacêuticas

Estrutura curricular

- Fisiopatologia

- Úlceras de pressão: prevenção e tratamento

- Úlcera de perna: diagnóstico diferencial; ulcera venosa e arterial

- Pé diabético: prevenção e tratamento

- Feridas malignas e radiogenas

- Queimaduras

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass;

Fotocópia do Certificado de Habilitações;

Preenchimento do boletim de candidatura;

Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;

Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU - Formação

Rua Central de Gandra, 1317

4585-116 Gandra - Paredes

Tel. 224 157 174/06

info@formacao.cespu.pt

www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Universitário de Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Esta formação pretende proporcionar aos profissionais um espaço de aquisição, reflexão e atualização, de conhecimentos científicos na área da avaliação e intervenção à pessoa portadora de ferida, aguda ou crónica, simples ou complexa, numa abordagem multidisciplinar de modo a que nos diferentes contextos de trabalho possam mobilizar saberes teóricos, práticos e relacionais, numa perspetiva de intervenção mais eficaz tendo em conta o bem-estar e qualidade de vida do indivíduo. No final desta formação o aluno deve ser capaz de planear e intervir, em equipas multiprofissionais, na pessoa portadora de ferida, sabendo selecionar o penso ideal para as diferentes feridas e para os diferentes indivíduos, tendo em conta os fatores determinantes no processo de cicatrização. Deve demonstrar conhecimentos para desenvolver e orientar, na prática, projetos que conduzam à melhoria de cuidados e ao bem-estar da pessoa com ferida, tendo em consideração a metodologia científica.

Resumo

A ferida pode surgir em consequência de vários fatores traumáticos: químicos, físicos e/ou mecânicos, mas necessitará sempre de uma eficaz avaliação e intervenção para que cicatrize de forma efetiva. Para minimizar o impacto que sempre provocará na qualidade de vida da pessoa, é necessário que a intervenção efetuada seja técnica, científica e farmacologicamente bem executada. Os cuidados à pessoa com ferida são muito diferenciadas podendo levar-nos desde as unidades hospitalares, nos seus diversos serviços, aos cuidados de saúde primários até ao domicílio do indivíduo. Assim, a melhoria contínua dos cuidados de saúde deve ser uma preocupação constante de qualquer profissional em qualquer contexto de trabalho. Pensar abordar a pessoa portadora de ferida, aguda ou crónica, simples ou complexa, requer uma abordagem multidisciplinar de modo a que nos diferentes âmbitos de atividade, os profissionais de saúde possam mobilizar saberes teóricos, práticos e relacionais, numa perspetiva de intervenção mais eficaz tendo em conta o bem-estar e qualidade de vida do indivíduo.

Metodologia

As aulas serão teóricas e teórico-práticas, através da exposição das várias temáticas com análise e discussão de casos. A condição para a conclusão da formação será a avaliação através da realização de um teste no final.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem, Medicina, Ciências Farmacêuticas, Farmácia e Podologia.

Candidatura e selecção

Candidaturas até ao dia 16/01/2015

Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

20

Carga horária

40 horas

Unidades de crédito do curso

5

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária. Aprovação no teste final, com nota igual ou superior a 10 valores.

Duração e regime

O Curso decorrerá de janeiro a fevereiro de 2015. As aulas decorrerão às sextas das 16h00 às 20h00 e sábados das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Cronograma

PROVISÓRIO

janeiro a fevereiro de 2015

23, 24, 30 e 31 de janeiro de 2015

06, 07 e 13 de fevereiro de 2015

Corpo docente

Arminda Costeira, Enfa.
Licenciada em Enfermagem. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Co-Fundadora da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas. Membro da Direcção da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas.