Introdução

A formação conferida possibilitará aos estudantes conhecimentos e capacidades em várias áreas científicas de intervenção nas Ciências Forenses e Criminologia, adequadas para a investigação na cena do crime, produção e preservação da prova e apresentação da mesma em tribunal.

O plano curricular conjuga a capacidade do Instituto Universitário de Ciências da Saúde e da sua Unidade de Investigação em Toxicologia (TOXRUN) na sua formação em Ciências da Vida e Saúde, com a igual experiência na área forense, de uma equipa de peritos que nela trabalham e conta com o patrocínio científico da prestigiada Associação Portuguesa de Ciências Forenses. Destaca-se a colaboração de profissionais do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, Polícia Judiciária e de outras instituições portuguesas e estrangeiras. Este relacionamento é considerado chave quer na formação da área específica, quer no ensino e dinamização prática da formação. Será ainda colocada à disposição dos estudantes a possibilidade de fazer um estágio prático em regime rotatório por várias áreas de intervenção forense, para o contacto com técnicas periciais de rotina e investigação.

Data de realização do curso

outubro de 2022

Estrutura curricular

U. C. 1 - Antropologia e Medicina Dentária Forenses
U. C. 2 - Entomologia e Botânica Forenses
U. C. 3 - Fogos, Explosivos e Balística
U. C. 4 - Genética Forense
U. C. 5 - Geologia e Pedologia Forenses
U. C. 6 - Investigação na Cena do Crime
U. C. 7 - Lofoscopia, Documentoscopia e Marcas
U. C. 8 - Medicina Forense
U. C. 9 - Toxicologia Forense
U. C. 10 - Direito da Informática e Cibercriminalidade
U. C. 11 - Criminologia e Ciências Jurídicas
U. C. 12 - Psicologia e Psiquiatria Forenses

Curso Opcional "Curso Livre Hands On em Perícias Forenses"

Curso destinado aos estudantes que frequentem a Pós-Graduação em Perícias Forenses e Criminologia, com 52 horas presenciais em rotações práticas em ciências forenses (sem atribuição de ECTS).

Documentação necessária de candidatura

Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/posgraduacoes
Curriculum Vitae;
Fotocópia do Certificado de Habilitações ou cédula profissional;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional); 
O valor de candidatura (50€) será devolvido no caso de adiamento ou cancelamento da formação.

Emolumentos

Candidatura
50 Euros
Matrícula
250 Euros
Propinas para frequentar a Pós-Graduação na totalidade
2.160 Euros ou 12 prestações mensais de 180 Euros
Propinas para frequentar a Pós-Graduação parcialmente (sem o curso prático)
1.800 Euros ou 12 prestações mensais de 150 Euros

Desconto aplicável sobre o valor total da propina:

  • Desconto para cooperantes – 20%
  • Desconto para ex-alunos e instituições protocoladas – 10%
  • Desconto a pronto pagamento – 2%

Informação e contactos

CESPU - Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Dotar os estudantes de uma formação especializada e avançada em Ciências Forenses e Criminologia, num contexto multidisciplinar.

Metodologia

Os temas que compõem este curso serão leccionados em aulas de natureza teórico-prática. 

Destinatários

Profissionais com interesse na área das Ciências Forenses com Licenciatura ou Mestrado em Medicina, Medicina Dentária, Direito, Química, Bioquímica, Engenharia Química, Farmácia, Ciências Farmacêuticas, Biologia, Psicologia, Antropologia, Enfermagem, Serviço Social, Ciências Laboratoriais Forenses, Ciências Criminais ou Ciências Policiais.

Candidatura e selecção

Candidaturas abertas até dia 30 de setembro de 2022.

A seleção é realizada por ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

192 horas de contacto

Unidades de crédito do curso

30

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 25% da carga horária. A metodologia de avaliação será realizada por aprovação em exame final ou por avaliação contínua.

Duração e regime

O curso decorre de outubro de 2022 a outubro de 2023. As aulas decorrerão à sexta-feira das 16h00 às 20h00 e ao sábado das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 18h30, quinzenalmente.

Cronograma

outubro de 2022 a outubro de 2023.

O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Alexandra Teixeira, Profª. Doutora

Docente convidada da Unidade curricular de Medicina Dentária Forense do Mestrado Integrado em Medicina Dentária da FMDUP. Docente convidada do Módulo de Medicina Dentária e Antropologia Forenses do 2º Ciclo de Estudos em Ciências Forenses (Ramo de Especialização em Medicina Legal). Professora auxiliar convidada na Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (2005-2014). Coordenadora de Eventos Científicos e Pedagógicos da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto (2009-2014). Orientação e coorientação de teses de Mestrado. Pós-Doutoramento no Instituto de Biologia Molecular e Celular (I.B.M.C.). Pós-Doutoramento no Instituto Gulbenkian de Ciência, Oeiras. Doutoramento em Ciências Biomédicas, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto em colaboração com o Institut Cochin de Génetique Moleculaire, Paris. Licenciatura em Bioquímica, Faculdade de Ciências/I.C.B.A.S., Universidade do Porto. Publicações em livros e revistas internacionais indexadas.

Ana Rodrigues, Mestre
Andreia Costa, Mestre

Mestre em Ciências e Técnicas Laboratoriais Forenses, Doutoranda do Programa Doutoral em Ciências Biológicas Aplicadas à Saúde do Instituto Universitário de Ciências da Saúde. 

Ariana Pereira, Mestre

Mestre em Ciências e Técnicas Laboratoriais Forenses, Doutoranda do Programa Doutoral em Ciências Biológicas Aplicadas à Saúde do Instituto Universitário de Ciências da Saúde.

Áurea Carvalho, Prof.ª Doutora

Licenciou-se em Ensino da Biologia e Geologia em 2005 pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Em 2014, na Universidade do Porto, prestou provas de Doutoramento em Ciências Forenses, tendo parte do seu doutoramento sido desenvolvida no The James Hutton Institute, em Aberdeen (Escócia).

Daniel Mongiovi, Prof. Doutor

Regente e docente da unidade curricular de Medicina Dentária Forense do Instituto Superior de Ciências da Saúde. Docente das unidades curriculares de antropologia e odontologia forense do 2º e 3º Ciclos de Estudos em Ciências Forenses da Universidade do Porto. Docente do Curso de Especialização de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto /Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P. Leciona aulas na unidade curricular de Medicina Dentária Forense do mestrado integrado em medicina dentária da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto. Orientação de Teses de Mestrado e Doutoramento. Vários artigos publicados em revistas internacionais na área das ciências forenses.

Diana Silva , Prof.ª Doutora

Obteve o Título de Agregado à Universidade do Minho em 2016/05/08 pelo(a) Universidade do Minho, Doutoramento em Ciências da Educação em 2004/11/29 pelo(a) Universidade do Porto Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação e Licenciatura em Psicologia em 1995 pelo(a) Universidade do Porto Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação. É Investigador no(a) Centro de Investigação de Políticas do Ensino Superior, Conselho científico/técnico-científico ou orgão correspondente no(a) Universidade Europeia, Conselho pedagógico no(a) Universidade Europeia, Professor Associado no(a) Universidade Europeia e Pró-Reitor no(a) Universidade Europeia. Publicou 32 artigos em revistas especializadas. Possui 5 capítulo(s) de livros. Orientou 3 tese(s) de doutoramento. Orientou 23 dissertação(ões) de mestrado. Recebeu 2 prémio(s) e/ou homenagens. Atua na(s) área(s) de Ciências Sociais com ênfase em Psicologia, Ciências Sociais com ênfase em Psicologia e Ciências Sociais com ênfase em Ciências da Educação. Nas suas atividades profissionais interagiu com 137 colaborador(es) em coautorias de trabalhos científicos. 

Inês Caldas, Profª. Doutora

Regente e docente da unidade curricular de Medicina Dentária Forense da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade do Porto. Docente e regente das unidades curriculares de antropologia e odontologia forense do 2º e 3º Ciclos de Estudos em Ciências Forenses da Universidade do Porto. Docente do Curso de Especialização de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto / Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P. Orientação de Teses de Mestrado e Doutoramento. Vários artigos publicados em revistas internacionais na área das ciências forenses. 

Laura Cainé, Prof.ª Doutora

Doutoramento em Ciências da Saúde, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e Mestrado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), Mestrado em Biologia Celular e Licenciatura em Biologia, pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.. Vogal do Conselho Diretivo e Diretora da Delegação Centro do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P. (INMLCF). 

Lorna Dawson, Prof.ª Doutora

É chefe do Soil Forensics Group dentro do grupo de Ciências Ambientais e Bioquímicas do James Hutton Institute, e tem mais de 30 anos de experiência no gerenciamento e realização de pesquisas em interações de solo e plantas, em particular a sua aplicação no sistema de justiça criminal. Premiada com um CBE na lista Queen's Birthday Honors em junho de 2018. É professora honorária em Ciência Forense na Robert Gordon University e é Conselheira SEFARI no programa de pesquisa estratégica do governo escocês (RESAS) 2016-2021,  onde reporta ao Comite Executivo dos Diretores para garantir a execução eficaz do Programa de Pesquisa Estratégica do Governo da Escócia. Líder da SEFARI Gateway Knowledge Exchange for Environment. É sfiliada à Robert Gordon University em Aberdeen, contribuindo com cursos de ciências forenses e também palestras nas universidades de Aberdeen, Strathclyde e Edimburgo. Supervisionou mais de 20 projetos de doutorado e publicou mais de 100 artigos em revistas, livros e capítulos de livros, e se apresenta regularmente em conferências nacionais e internacionais. Recebeu um prémio de reconhecimento especial na cerimónia de premiação do Orgulho da Grã-Bretanha 2017.

Luís Marques Fernandes, Dr.

Licenciado em Direito pela Universidade Portucalense Infante D. Henrique, Doutorando em Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, na área da Balística Forense, Pós-Graduado em Investigação de Balística Forense pela Universidade de Cranfield. Advogado, Treinador / Instrutor de Tiro Desportivo, com Cédula emitida pelo Instituto do Desporto de Portugal, I.P., Árbitro de Tiro pela Federação Portuguesa de Tiro e atirador desportivo. No âmbito da docência, colaborou com a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto nos Cursos de Balística Forense, desde a sua primeira edição, sendo actualmente Regente em várias UCs no IUCS e ESSVS da CESPU, CRL.

Catarina Padro e Castro, Prof.ª Doutora

Licenciada em Biologia e Mestre em Ecologia pela Universidade de Coimbra. É doutorada em Biologia (especialização Ecologia) pela Universidade de Lisboa. Tem desenvolvido investigação na área de Entomologia Forense desde 2003, tendo inúmeros trabalhos apresentados e publicados a nível internacional. Atualmente é Investigadora do Centro de Ciências Forenses (INMLCF). É Professora Auxiliar Convidada na CESPU – Instituto Superior de Ciências da Saúde Norte, na Licenciatura em Ciências Laboratoriais Forenses e no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz, na Licenciatura em Ciências Forenses e Criminais, onde leciona as unidades curriculares de Entomologia Forense. É ainda docente em vários cursos de pós-graduação na área das Ciências Forenses.

Cláudia Ribeiro , Prof.ª Doutora

Licenciatura em Ciências Farmacêuticas. Doutoramento em Ciências Biomédicas. Licenciatura em Ciências Farmacêuticas pelo IUCS-CESPU. Doutoramento em Ciências Biomédicas pelo ICBAS-UP. Docente no IUCS-CESPU. Investigadora do CIIMAR e IINFACTS. 

Madalena Sofia Oliveira, Prof.ª Doutora

Doutorada na especialidade de Psicologia e licenciada em Serviço Social pela Universidade Fernando Pessoa. Especialista e mestre em Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e detentora de um Diploma em Métodos de Investigação.

Maria João Alves , Mestre

Licenciada em Psicologia (2004) e mestre em Ciências Forenses (2012), tem uma especialização em Igualdade de Género (2017), uma pós-graduação em Medicina Legal (2007) e formação sobre abuso de crianças e jovens, crianças em risco, trauma e luto, prevenção do tráfico de seres humanos, entrevista a crianças, e atendimento a vítimas de trauma. Encontra-se a realizar tese de doutoramento em Ciências Forenses na Universidade de Múrcia, Espanha, na área da Psicologia e Saúde. 

Nelson Gomes , Prof. Doutor

Concluiu o Mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas em 2008 pela Universidade de Coimbra Faculdade de Farmácia e Doutoramento em Ciências Biomédicas em 2014 pela Universidade do Porto Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. É investigador no REQUIMTE LAQV Porto, Professor Auxiliar Convidado na Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário e Professor Visitante na Faculdade de Ciências da Universidade Kasetsart.

Ricardo Dinis Oliveira, Prof. Doutor

Licenciado em Ciências Farmacêuticas. Doutorado em Toxicologia. Título de Doutoramento Europeu em Toxicologia. Pós Doutoramento em Toxicologia.  Agregação em Ciências Forenses. Curso Superior de Medicina Legal (atual Curso de Especialização em Ciências Forenses) da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Nesta pós-graduação tem funções de Diretor e Coordenador do módulo de Ciências Laboratoriais Forenses. É autor de mais de 110 artigos publicados (representando mais de 3000 citações) em revistas internacionais, indexadas com peer-review e autor de cerca de 30 capítulos de livros, de 4 livros e de 4 patentes. É Professor Auxiliar com Agregação do Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS-CESPU) e da FMUP. É atualmente Diretor do Departamento de Ciências, Coordenador do 1º Ciclo de Estudos em Ciências Laboratoriais Forenses, do 1º Ciclo de Estudos em Ciências Biomédicas e do 2º Ciclo de Estudos em Ciências e Técnicas Laboratoriais Forenses do IUCS-CESPU.

Rui Sousa Silva, Prof. Doutor

Professor auxiliar da Faculdade de Letras e investigador do Centro de Linguística (CLUP) da Universidade do Porto, onde tem desenvolvido a sua investigação em Linguística Forense, nomeadamente nas áreas de análise de autoria, análise e deteção de plágio e cibercrime. É licenciado em Tradução e Mestre em Tradução e Terminologia pela FLUP e doutorado em Linguística Aplicada pela Aston University (Birmingham, Reino Unido), onde defendeu com máximo êxito a sua tese em Linguística Forense: “Detecting Plagiarism in the Forensic Linguistics Turn”. Nesta tese, investigou atitudes transculturais relativamente ao plágio e propôs uma abordagem à deteção de plágio translingue. É, também, autor e coautor de vários artigos sobre análise de autoria (computacional), deteção de pláfio e análise de comunicações cibercriminais. É coeditor da revista internacional bilingue Language and Law - Linguagem e Direito (com Malcolm Coulthard) e da 2ª edição do 'The Routledge Handbook of Forensic Linguistics', publicado pela Routledge (com Malcolm Coulthard e Alison May). É coordenador do grupo de trabalho de Linguística Computacional da Ação COST LITHME - Language in the Human-Machine Era.

Rui Azevedo, Prof. Doutor
Licenciado em Física/Matemática Aplicada e Doutorado em Astrofísica pela Universidade do Porto. Os trabalhos conducentes ao grau de Doutor foram realizados no Harvard –Smithsonian Center for Astrophysics (EUA) e no Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP). Investigador do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP). Professor Auxiliar Convidado do Instituto Superior de Ciências da Saúde-Norte (ISCS-N).
Teresa Magalhães, Prof.ª Doutora

Médica, doutorada em Medicina Social com agregação em Sociologia Médica – Faculdade de Medicina do Porto (FMUP). Especialista em Medicina Legal. Competências em Gestão de Unidades de Saúde, em Avaliação do Dano Corporal e em Peritagem na Segurança Social, pela Ordem dos Médicos – OM. Chefe de Serviço do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF). Professora catedrática e diretora do Departamento de Medicina Legal e Ciências Forenses da FMUP. Diretora dos Cursos UP: Especialização em Avaliação do Dano Pessoal Pós-Traumático; Especialização em Ciências Forensesde Mestrado e Doutoramento em Ciências Forenses. Ex-diretora da Delegação Norte do INMLCF (2001-2014). Ex-vogal e presidente do Conselho Diretivo do Colégio da Especialidade de Medicina Legal da OM (1999-2015). Ex-presidente da Associação Portuguesa de Avaliação do Dano Corporal (2007-2011).

Vânia Pereira, Prof.ª Doutora

Licenciada em Biologia, Mestre em Genética Forense e Doutorada em Biologia, com ênfase em Genética Populacional e Forense. Pesquisadora de pós-doutorado no Retsgenetisk Afdeling - Retsmedicinsk Institut de 2013 a meados de 2015. Foi Professora Assistente no mesmo departamento de 2015 a 2019. Atualmente é Professora Associada. Envolveu-se em diversos projetos em execução no departamento e, para além da investigação, detém experiência no ensino e orientação de alunos de doutoramento, mestrado e estagiários.

Vitor Matos, Prof. Doutor

Doutorado em Antropologia Biológica pela Universidade de Coimbra e exerce funções de investigador no Centro de Investigação em Antropologia e Saúde (CIAS) e no Departamento de Ciência da Vida (DCV), Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC). VM atua nas áreas Ciências Sociais, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde, com especial enfoque na biologia do esqueleto, paleopatologia, história da saúde e da medicina, bioarqueologia e antropologia forense. VM é coordenador do grupo de investigação Populações e Culturas do Passado (CIAS), membro da Comissão Científica do DCV e editor associado da revista Antropologia Portuguesa. Possui um total de 35 publicações nacionais e internacionais: 20 artigos em revistas especializadas, 7 capítulos de livros e 8 livros editados. Participou em 14 projetos de investigação financiados, 3 dos quais como Investigador Principal. Das suas atividades destaca-se ainda 30 orientações: 2 teses de doutoramento (1 co-orientação concluída e 1 orientação em curso), 9 dissertações de mestrado (6 orientações e 2 co-orientações concluídas, 1 orientação em curso), 13 teses de licenciatura concluídas (orientador), 4 orientações de bolseiros de investigação (concluídas) e 2 orientações de estágios científicos de âmbito internacional (Espanha e República Checa). Tem sido membros de vários júris: 5 provas de doutoramento (3 concluídos e 2 agendados), 7 defesas de projetos de tese de doutoramento, 47 defesas de mestrado, 23 concursos de recrutamento de investigadores e 12 participações noutros painéis de avaliação. Na organização de eventos científicos destaca-se a organização de 4 congressos internacionais e 9 nacionais, 7 exposições, 13 cursos/workshops e 14 ciclos de conferências. VM colabora regularmente no ensino em unidades curriculares do DCV/FCTUC (Doutoramento em Antropologia, Mestrado em Evolução e Biologia Humanas, Mestrado em Antropologia Forense, Mestrado em Antropologia Médica e Saúde Global, Licenciatura em Antropologia) e no Instituto Superior de Ciências da Saúde - CESPU (Licenciatura em Ciências Laboratoriais Forenses, Licenciatura em Ciências Biomédicas e Mestrado em Ciências e Técnicas Laboratoriais Forenses). VM ganhou 3 prémios internacionais (2 apresentações em congressos internacionais e 1 livro premiado).