Introdução

Nos últimos anos, com o reconhecimento benefícios terapêuticos da ventilação não-invasiva (VNI), tem-se assistido a um aumento da sua utilização. A VNI tem sido considerada uma alternativa atraente à ventilação mecânica convencional. Atendendo ao aumento da sua utilização, requer a educação dos profissionais de saúde que a aplicam. Nesse sentido, cresce a necessidade da formação na área da VNI.

Data de realização do curso

outubro de 2019

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem
  • Fisioterapia
  • Medicina

Estrutura curricular

U.C. 1 - Aspetos Básicos da Ventilação Mecânica Não Invasiva

- Aspetos Básicos da Ventilação Mecânica Não Invasiva (VMNI):

                Fisiopatologia da Insuficiência Respiratória

                Mecânica Ventilatória

- Efeitos fisiológicos da VMNI

- Suporte Ventilatório e Modos Ventilatórios durante VMNI

- Organização da Ventilação Mecânica Não Invasiva (VMNI):

                Selecionar os doentes: Contra-indicações da VMNI

                Onde e Como aplicar a VMNI

                Monitorização da VMNI

- Assincronia durante VMNI: reconhecer e resolver.

U.C. 2 - Ventilação Mecânica Não Invasiva na Insuficiência Respiratória Aguda e Crónica

- VMNI na insuficiência respiratória aguda (IRA)

Indicações da VMNI na insuficiência respiratória aguda (IRA)

Avaliação da eficácia da VMNI

Falência da VMNI na IRA: principais causas

VMNI no Desmame da Ventilação Mecânica Invasiva

Desmame da VMNI

- A VMNI na insuficiência respiratória crónica

Indicações da VMNI na IRC: DPOC, Doenças neuromusculares, Doenças Restritivas, Bronquiectasias, 

Síndrome de Obesidade Hipoventilação, Síndrome de apneia obstrutiva do sono

Iniciação da VMNI: escolha do equipamento, interface, parametrização

Monitorização: compliance, benefícios e efeitos secundários

Abordagem nas agudizações

U.C. 3 - Ventilação Mecânica Não Invasiva e Técnicas de Manejo de Secreções Brônquicas e Suporte Ventilatório Domiciliário

- VMNI e Técnicas de Manejo de Secreções brônquicas

                Seleção de doentes para VMNI com dificuldade de gestão de secreções brônquicas

 Tosse mecânica assistida

 Outras técnicas de clearance das secreções brônquicas

- Traqueostomias e Broncoscopias.

Indicações para Broncoscopia no doente crítico

Contraindicações e precauções com a broncoscopia no doente crítico

Preparação do doente e realização do procedimento

Complicações da Broncoscopia

Cuidados a adoptar na realização da Broncoscopia no doente crítico

Indicações da Traqueostomia no doente crítico

Diferentes técnicas de Traqueostomia

Complicações potenciais e resolução de problemas

Cuidados com o doente traqueostomizado

- Suporte Ventilatório Domiciliário

Escolha do ventilador domiciliário

Escolha do interface

Seleção do modo ventilatório a adoptar

Avaliação da necessidade de ventiladores domiciliários e/ou benefícios de alternar interfaces

Apoios técnicos domiciliários

U.C. 4 - Analgesia, Sedação e Delirium. Oxigénio de alto fluxo.

- Introdução à sedo-analgesia.

- Tratamento da dor.

- Analgésicos, sedativos e anti-psicóticos.

- Farmacologia básica aplicada à analgesia e sedação.

- Sedação e analgesia durante VMNI.

- Monitorização durante sedo-analgesia.

- Delírio.

- Entubação do doente crítico na necessidade de Ventilação mecânica invasiva.

- Casos clínicos.

- Oxígenoterapia de alto Fluxo:

                Como funciona a Oxigenoterapia de alto fluxo

                Beneficios da oxigenoterapia de alto fluxo

                Indicações e contra-indicações

                Equipamentos

                Onde e como aplicar

U.C. 5 - Manejo prático de equipamentos em contexto do doente crítico

- Manejo Prático dos vários equipamentos e interfaces.

- Diferentes tipos de ventiladores: volumétricos, pressumétricos, portáteis vs de UCI

- Diferentes tipos de interfaces: nasais, almofadas nasais, oronasais, faciais totais, “helmet”, peça bucal

Diferentes dispositivos para exalação de CO2

Técnica de administração de O2

Programação dos diferentes equipamentos

Casos clínicos

Resolução de problemas

- Aspetos éticos e Qualidade de vida do utente e família

Qualidade de vida dos doentes sob VMNI domiciliária e impacto na família

Suspensão da VMNI no doente sob IRC

Traqueostomia e Ventilação mecânica Invasiva

VMNI como terapêutica paliativa na IRA

U.C. 6 - Estágio em Contexto de Unidade de Cuidados Intensivos

Esta componente desenvolve-se através de um processo de observação participante em contexto real de trabalho - unidade de cuidados intensivos, onde o formando experiencie a assistência a prestar ao doente ventilado.

Documentação necessária de candidatura

Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/formacao;
Curriculum Vitae;
Fotocópia do Certificado de Habilitações; 
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional); 
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT 50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura (50 euros).

Observações

NOTA: Os conteúdos relativos a esta Pós-Graduação podem estar suscetíveis a alterações pontuais.

Informação e contactos

CESPU - Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

- Aprofundar conhecimentos relativos à mecânica ventilatória e fisiopatologia respiratória;

- Identificar as patologias com indicação para VNI e as possíveis contra-indicações e riscos da VNI;

- Manusear os ventiladores de VNI domiciliários e de cuidados intensivos, volumétricos e pressumétricos;

- Adquirir conhecimentos relativos à oxigenoterapia de alto fluxo, sedação e analgesia do doente critico sob VNI;

- Adquirir conhecimentos sobre a aplicação e manuseio do Auxiliar Mecânico da Tosse em doentes sob VNI. 

Destinatários

Enfermeiros, médicos, fisioterapeutas e outros profissionais de saúde.

Candidatura e selecção

Candidaturas até 20 setembro de 2019

Ordem de Inscrição

Nº de vagas para o curso

20

Carga horária

113 horas

Unidades de crédito do curso

12

Critérios de aprovação

Presença obrigatória em 80% das aulas previstas. Em situações omissas, aplica-se o estipulado em Regulamento Pedagógico do IPSN sobre este assunto.

Sugere-se que a avaliação seja efetuada através de um exame prático em contexto de laboratório.

Duração e regime

A formação decorrerá de outubro de 2019 a julho de 2020. No mês de julho ocorrerão as intervenções em contexto de Unidade de doente critico.

Uma vez por mês:

- Sexta-feira - das 18h às 22h

- Sábado - das 9h às 13h e das 14h às 18h

Cronograma

PROVISÓRIO

outubro de 2019 a julho de 2020

O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Susana Ferreira, Drª.

Médica, especialidade de Pneumologia e sub-especialidade de Medicina Intensiva, participa como Organizadora e Formadora em vários Cursos de Ventilação Não Invasiva

Ana Dagge, Drª.

Médica, especialidade de Anestesiologia e sub-especialidade de Medicina Intensiva, participa em várias formações na área do doente crítico, nomeadamente sedação e analgesia

Ana Rego, Drª.

Médica, especialidade de Pneumologia e sub-especialidade de Medicina Intensiva, participa como Organizadora e Formadora em vários Cursos de Ventilação Não Invasiva

Carla Nogueira, Drª.

Médica, especialidade de Pneumologia e sub-especialidade de Medicina Intensiva, participação em Cursos de Ventilação Não Invasiva

Jose Antonio Pinho, Prof. Doutor

Doutorado pela USC. Mestrado em Saúde Pública, Gestão de unidades de saúde. Pós-Graduação em gestão hospitalar. Licenciado em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Dª Ana Guedes Porto.  Enfermeiro chefe no serviço de cuidados intensivos do Centro Hospitalar do Porto. Docente da CESPU.

Graciete Costa Gonçalves, Enfa.

Licenciatura em Enfermagem. Enfermeira da Unidade de Cuidados Intensivos e VMER do Centro Hospitalar de Vila Real/Peso da Régua, EPE. Curso Pós-licenciatura em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Instutora Internacional dos cursos: First Aid, CPR e AED, First Responder, GEMS, PEPP, ITLS e Gestão de Crise. Instrutor Nacional dos cursos: SBV e DAE, AAPCR e CETC.