Introdução

O conhecimento sobre demências na comunidade geral persiste ainda fixo em crenças de sobrevida e atitudes terapêuticas putativas e passivas, claramente desajustados à problemática epidemiológica do Séc. XXI. Mesmo os programas de formação pós-graduada para profissionais de saúde, devem beneficiar de formação especializada no que concerne a avanços do conhecimento da fisiopatologia destas patologias, de novas tecnologias, avanços na área de diagnóstico e terapêuticas farmacológicos e não farmacológicas, bem como estratégias de reabilitação cognitiva, motora e cardio-respiratória. Mais ainda, o modo de funcionamento e regulação das diferentes tipologias de resposta e suporte a nível domiciliário e Institucional de Cuidados Primários e Secundários, bem como Políticas e Legislação, a Regulamentação e Arquitetura, raramente são temas abordados.

Desta forma, realça-se a importância da implementação de estratégias educativas nos currículos do ensino pós-graduado de forma a desenvolver competências nos profissionais de saúde ajustadas às necessidades do doente com Demências e aos novos avanços tecnológicos e clínicos nesta área. 

Data de realização do curso

outubro de 2019

Áreas de conhecimento

  • Medicina
  • Enfermagem
  • Psicologia
  • Fisioterapia

Estrutura curricular

U.C. 1 - Neuroanatomia e alterações neuropatológicas nas Demências

- Noções gerais sobre Demências, dados epidemiológicos e fatores de risco

- Conceitos básicos de neuronatomia

- Neuroanatomia da cognição e comportamento

- Correlato Neuroanatómico nas escalas de avaliação neuropsicológica

- Alterações neuropatológicas

- História natural da Demência

U.C. 2 - Metodologias de avaliação na Doença de Alzheimer e outras Demências

- Critérios clínicos de Défice Cognitivo Ligeiro (DCL), Demência de Alzheimer e outras Demências

- Instrumentos de Avaliação Neuropsicológica

- Papel da Neuroimagem na Demência de Alzheimer e outras Demências

- Biomarcadores biológicos na Demência de Alzheimer

U.C. 3 - Cuidados Especializados e Novas Tecnologias na Doença de Alzheimer e outras Demências

- Cuidados Especializados

• Prestação de cuidados centrados na pessoa com demência

• Cuidados com os doentes com demência

• O efeito “sundowning”.

• Projeto de Saúde da Pessoa Idosa Frágil e Projeto de Cuidados Paliativos em Contexto Comunitário.

 • Competência pessoais e relacionais na prestação de cuidados ao doente e à família.

- Novas Tecnologias

. As diferentes tecnologias móveis usadas no diagnóstico de demências;

.  Desafios e limitações das soluções tecnológicas;

· Últimos desenvolvimentos da tecnologia móvel e as perspetivas associadas à sua implementação;

· Casos práticos do uso das tecnologias móveis a nível hospitalar e do domicílio;

· Regulamento Geral de Proteção de Dados.

 U.C. 4 - Nutrição e Suplementação

1. Introdução e Bases da Nutrição (Revisão)

2. Bases Científicas, Históricas e Evolutivas da Nutrição:

• Mitos e Controvérsias da Nutrição Funcional

• Nutrição Funcional Baseada na Evidência

• História e Evolução da Dieta Humana

3. Nutrição Funcional e Neurologia

• Neuroplasticidade

• Papel da Nutrição Funcional no metabolismo de neurotransmissores

• Nutrientes e Exercício Físico na Neurogénese

• Nutrição Funcional, Nutracêuticos, Memória e Função Cognitiva

• Nutrição Funcional, Nutracêuticos, Stress e Cansaço

• Nutrição Funcional, Nutracêuticos, Ansiedade, Insónia e Depressão

4. Nutrição Funcional e Nutracêuticos na Demência

• Doença de Alzheimer

o Nutrição Funcional Aplicada e Nutracêuticos

o Interação Alimento/Nutriente-Fármaco

• Doença de Parkinson

o Nutrição Funcional Aplicada e Nutracêuticos

o Interação Alimento/Nutriente-Fármaco

• Outras Demências

o Nutrição Funcional Aplicada e Nutracêuticos

o Interação Alimento/Nutriente-Fármaco

5. Nutrição Entérica e Parentérica nos estados avançados de Demência.

U.C. 5 - Intervenção farmacológica na Doença de Alzheimer e outras Demências

- Intervenções farmacológicas na Doença de Alzheimer e outras demências

- Avanços e futuras intervenções farmacológica

- Plano Individual de Cuidados (PIC) farmacológico

U.C. 6 - Intervenção não farmacológica na Doença de Alzheimer e outras Demências

I - Intervenção não farmacológica no doente com Doença de Alzheimer e outras demências

- As terapias cognitivo-comportamentais

- As terapias da 3ª Geração: Mindfulness e Psicologia Positiva

- Musicoterapia

- Expressão corporal e arte terapia

A Terapia Ocupacional na Doença de Alzheimer:

            . O envelhecimento normal e o impacto no desempenho ocupacional

            . Envelhecimento Ativo

             . Disfunção ocupacional na Doença de Alzheimer

            . Avaliação e intervenção na Doença de Alzheimer

II - Intervenção em grupo no doente com Doença de Alzheimer e outras demências e família

- A intervenção em grupo

- Tipos de Grupo

- Desenvolvimento de intervenção em grupo no doente e família

- Terapia da reminiscência

U.C. 7 - Intervenção Familiar nas Demências

I - Desafios da Demência no contexto familiar

a) Aspetos familiares nos cuidados informais da demência

b) Modelo normativo sistémico

c) Mudanças, exigências e desafios na família: O Alterações de papéis e funções; Decisão de institucionalização

II - Avaliação sistémica

a) Avaliação da família: modelo de avaliação PRACTICE

b) Avaliação das dimensões e funções familiares

c) Avaliação das necessidades dos cuidadores informais

III - Tipos de intervenção familiar na demência:

a) Intervenção psicoeducacional familiar

b) Intervenção psicossocial familiar

c) Intervenção psicoterapêutica sistémica

d) Intervenções dirigidas a cuidadores informais:

     - Intervenção psicoterapêutica individual

     - Intervenção psicoterapêutica em grupo

     - Grupos de suporte

     - Reenquadramento cognitivo

     - Práticas de mindfulness e meditação

     - Utilização das novas tecnologias na intervenção psicossocial

U.C. 8 - Modelos de Intervenção Psicológica e Comunicação

I - Modelos de Intervenção Psicológica

a) Modelos de Adaptação Psicossocial à doença

            i. Os modelos de coping

            ii. Os modelos de Vinculação

            iii. Os modelos das necessidades hierárquicas e da Consciência da Doença

b) Modelos de Intervenção Psicológica na Família e Cuidadores

            i. Os modelos de stress, Burden e Burnout

c) Modelos de Intervenção Psicológica na Doença de Alzheimer e nas Demências

            i As Terapias Cognitivo-Comportamentais

            ii. As Terapias da 3ª Geração

            iii.Intervenção em Grupo

II - Comunicação com o Doente e Família

            a) A Comunicação

            b) A importância da Comunicação com o Doente e Família

            c) Estratégias comunicacionais na Demência

                        i. A comunicação e o controlo do comportamento

                        ii. A agressividade

                        iii. O delirium

            d) A comunicação nas más notícias com a Família

U.C. 9 - Reabilitação motora, cardio-respiratória e cognitiva nas Demências

Módulo I

- As funções superiores do cérebro - Problemas cognitivos e comportamentais na reabilitação neurológica e em demências

- Principais co-morbilidades/multimorbilidades relacionadas com o declínio funcional e o bem-estar físico nos pacientes com demência/défice cognitivo

- Avaliação da performance física nos pacientes com demência/défice cognitivo

- Demência/défice cognitivo e Mobilidade - papel do fisioterapeuta

- Prática baseada na evidência - aplicação em contexto clínico

- Exercício terapêutico e demência/défice cognitivo

Módulo II

- Importância da reabilitação funcional e global na Pessoa com Demência;

- Papel do Enfermeiro na Pessoa com Demência;

- Abordagem holística de um programa de reabilitação prestado por enfermeiros;

- Avaliação da capacidade de desempenho da Pessoa com Demência na reabilitação;

- Avaliação e otimização da função cognitiva da Pessoa com Demência;

- Avaliação e otimização da função respiratória da Pessoa com Demência;

- Avaliação e otimização da função musculosquelética da Pessoa com Demência;

- Avaliação e otimização da função da deglutição da Pessoa com Demência;

- Avaliação e otimização da função vesico/intestinal da Pessoa com Demência;

- Avaliação e otimização da função da deglutição da Pessoa com Demência;

- Autocuidados;

- Empowerment do Cuidador Informal para o desempenho do Papel de Prestador.

Módulo III

- Interações entre sono, ritmos circadianos e Demência de Alzheimer: fisiopatologia e mecanismos comuns

- Introdução a técnicas de resincronização de sono-vigília na Demência de Alzheimer

- Relação entre apneia do sono e Demência de Alzheimer: métodos de adesão e tratamento à terapia por CPAP/ VNI

Módulo IV

Reabilitação cognitiva nas diferentes funções cognitivas usualmente afetadas na demência

- Métodos e técnicas de reabilitação cognitiva

- Tecnologia aplicada à neurorreabiblitação

U.C. 10 - Comportamento e Comorbilidades Psiquiátricas

1. Declínio Cognitivo: consequências da idade e patologia

2. Alterações do Comportamento no Quadros Demenciais

3. Sintomas Psicóticos

4. Questões Legais em Quadros Demenciais

5. Outras Comorbilidades Psiquiátricas

U.C. 11 - Recursos e níveis de atuação integrados

1. O doente com Demência e suas necessidades assistenciais

            a) avaliação das necessidades do doente e da família

2. Os recursos sociais na comunidade para assistência à pessoa com Demência

            a) o papel das IPSS

            b) apoio legal

3. A Estratégia da Saúde na Área das Demências e o Plano Nacional das Demências

            a) Pontos estratégicos prioritários

            b) Proposta de uma percurso de cuidados

4. O papel da Rede Nacional de Cuidados Continuados de Saúde Mental

5. Impacto económico da demência: doente, família e sociedade

6. A institucionalização e seu impacto no doente e na família

U.C. 12 – Bioética

1 - A moral, a ética e bioética

- Conceitos e fundamentos. Princípios da Bioética.

- Norma ética e outras normas: deontológica, moral, jurídica e religiosa.

- Diferença entre direito e ética.

- Conceito Pessoa.

- Unicidade Integral da Pessoa e a Dignidade Humana: Liberdade e dignidade da pessoa.

2 - A Ética e as doenças degenerativas

- Cuidados especiais.

- As implicações éticas no desempenho das funções do profissional.

- Acesso à informação e confidencialidade.

- Proteção da intimidade e privacidade dos utentes.

- O segredo profissional.

- Direitos humanos e humanização na saúde.

- Princípios e normas de conduta: distinguir atos lícitos e não lícitos no âmbito da atividade profissional.

- O utente, a família e os profissionais.

3 - O doente com demência

- Análise ética da revelação do diagnóstico e tratamento.

- Medicina paliativa e seu interesse.

- Prestação de cuidados: os cuidados ao doente, o apoio á família e os princípios da bioética.

- Os direitos e deveres.

- A vida humana na saúde e na doença.  

- Finitude da vida humana.

- Morte corporal e morte pessoal. O que fica da pessoa?

- Dignidade humana na vida e na morte. O respeito ético.

- Suicídio, suicídio assistido e eutanásia.

- Questões relativas à autonomia e à auto-determinação. Autonomia da Pessoa: que limites?

- Autonomia do doente e a capacidade para a tomada de decisão.

- A vontade antecipada. O testamento vital.

- A importância do consentimento informado livre e esclarecido: condições para que seja válido. 

4 - A Comissão de Ética para a Saúde (CES)

5 - Considerações de ordem ética em matéria de afetação de recursos.

- Ética da solidariedade nos custos relacionados com o fim de vida.

6 - Questões legais, de política social, e programas nacionais.

U.C. 13 - Regulamentação, Certificação de segurança e Arquitetura das instituições

•          Políticas de saúde - Plano Nacional da Saúde Mental.

•          Planos de Ação - Plano Nacional para a Segurança dos Doentes Mentais.

•          Regulamentação para a conceção de parcerias públicas/privadas no tratamento de doentes mentais.

•          Contribuição da arquitetura hospitalar para a reabilitação dos doentes mentais.

•          Arquitetura - Centro de Atenção Psicossocial.

•          Regulamentação para construção de estabelecimentos assistenciais de saúde.

•          Espaços interiores dos estabelecimentos Psiquiátricos-Cores e harmonia.

•          Entidades reguladoras- Enquadramento legislativo.

U.C. 14 - Cuidados Paliativos e Luto nas Demências

1. Luto: Definição e conceitos; O luto normal vs Luto Patológico

2. Intervenção no Luto

3. Os Cuidados Paliativos: definição e conceitos inerentes

            a) o “cure” e o “care”

4. A Equipa Multidisciplinar e interdisciplinar

Os Cuidados Paliativos na Demência

            a) Dementia Palliare Best Practice statement

5. A intervenção psicológica em cuidados paliativos na Demência

            a) As tomadas de decisão do doente e da família

            b) O suporte à Família e ao Doente

U.C. 15 - Metodologias de Investigação

Metodologia de Investigação: Uma introdução

• Objetivos da investigação

• Investigação e método científico

• Metodologia e métodos de investigação

• Tipos ou modelos de investigação

• Critérios da boa investigação

Problema, hipótese e variáveis em investigação

• Escolher um problema de investigação

• Questões de investigação

• Hipóteses de investigação: definição, formulação, tipo

Estado da arte

• Revisão da literatura

• Base de dados populares

• Critérios de seleção das fontes

Design de investigação

• Tipos de design: transversal, longitudinal, experimental

• Validade interna e externa

Amostra

• População e amostra

• Critérios de seleção da amostra

• Características de uma boa amostra

• Tipos de amostra

• Tamanho da amostra

Recolha de dados: instrumentos e procedimentos

• Questionários

• Entrevistas

• Focus groups

• Obeservação

 Análise de dados

• Estatística paramétrica e não paramétrica

• Análise estatística em SPSS

• Criar uma base de dados

• Definição da medida das variáveis

• Analise estatística

• Análise correlacional

• Análise de diferenças

Discussão dos resultados e escrita de um artigo científico

Documentação necessária de candidatura

Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/formacao;
Curriculum Vitae;
Fotocópia do Certificado de Habilitações; 
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional); 
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT 50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura (50 euros).

Informação e contactos

CESPU - Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

- Aprofundar conhecimentos sobre a avaliação, acompanhamento e prestação de cuidados a pessoas portadoras de disfunção cognitiva, doentes com Doença de Alzheimer e outras demências.

Destinatários

Destina-se a todos os profissionais da área de saúde: médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de diagnóstico e terapêutica (fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, outros técnicos)

Candidatura e selecção

Candidaturas até 20 setembro de 2019

Ordem de Inscrição

Nº de vagas para o curso

25

Carga horária

408 horas

Critérios de aprovação

Presença obrigatória (75% de presença obrigatória).

Aprovação nas provas de avaliação que poderão ser, dependendo da Unidade Curricular, exame escrito e/ou trabalho e/ou projetos e análises de casos clínicos

Duração e regime

A formação decorrerá de outubro de 2019 a novembro de 2020. As aulas decorrerão às sextas-feiras e aos sábados, das 9h00 ás 13h00 e das 14h00 ás 18h00, quinzenalmente.

Cronograma

Provisório

outubro de 2019 a novembro de 2020

25 e 26 outubro 2019

8 e 9 novembro 2019

22 e 23 novembro 2019

6 e 7 dezembro 2019

13 e 14 dezembro 2019

3 e 4 janeiro 2020

17 e 18 janeiro 2020

31 e 1 fevereiro 2020

14 e 15 fevereiro 2020

28 e 29 fevereiro 2020

13 e 14 março  2020

27 e 28 março 2020

3 e 4 abril 2020

17 e 18 abril 2020

8 e 9 maio2020

22 e 23 maio 2020

5 e 6 junho 2020

19 e 20 junho 2020

3 e 4 julho 2020

4 e 5 setembro 2020

18 e 19 setembro 2020

25 e 26 setembro 2020

9 e 10 outubro 2020

23 e 24 outubro 2020

6 e 7 novembro 2020

14 novembro 2020 

O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Sara Lima, Profª. Doutora

Doutorada em Psicologia Aplicada pela Universidade do Minho onde desenvolveu tese no âmbito da Doença de Alzheimer; Professora Associada/Professora Adjunto Principal na CESPU, Cooperativa de Ensino Politécnico e Universitário.

Investigadora no IINFACTS/CESPU sendo investigadora principal em projetos multidisciplinares relacionados com o Envelhecimento e com a Promoção da Saúde, tem várias publicações na área do envelhecimento e na Doença de Alzheimer. Colaboradora de investigação no CiPSi/UM

Psicóloga Clínica da Saúde na Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave e na Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave onde também é Diretora Técnica na Unidade de Internamento de Média Duração e Reabilitação. Psicóloga Clínica na CESPU, Nova Saúde Parcerias- Famalicão.

Fátima Ribeiro, Profª. Doutora

Doutorada em Bioética pela Universidade Católica - Instituto de Bioética - Porto, onde desenvolveu tese no âmbito dos maus tratos ao idoso em contexto familiar.

Professora Auxiliar/Professora Adjunto Principal na CESPU, Cooperativa de Ensino Politécnico e Universitário.

Investigadora no IINFACTS/CESPU sendo investigadora principal num projeto relacionado com a comunicação dos enfermeiros, na passagem de turno e co investigadora em projetos multidisciplinares relacionados com o Envelhecimento e com a Promoção da Saúde.

Enfermeira Chefe do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 2002 a 2012.

Enfermeira Especialista de Enfermagem de reabilitação do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 1990 a 2002.

Enfermeira Generalista de 1980 a 1990 Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 1990 a 2002.

Sónia Marisa Machado, Profa. Doutora

Master em Medicina Natural pela Faculdade de Medicina de Santiago de Compostela; Doutorada em Farmacognosia e Fitoquímica; Mestre em Ciências Farmacêuticas; Mestre em Tecnologia do Medicamento na Especialidade de Farmacologia; Licenciada em Ciências Farmacêuticas; Pós-Graduada em Epidemiologia e Análise de Dados, Faculdade de Medicina, Universidade Porto; Curso monitor de ensaios clínicos pela Eurotrials. Consultora Técnico-Científica em fitoterapia, nutracêuticos e cosmecêuticos. Docente e coordenadora de Mestrado e Pós-graduações da ESSVA/IPSN-CESPU. Investigadora no IINFACTS/CESPU, na Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e no CIBIO/FCUP.

Raquel Esteves, Profª. Doutora

Doutoramento em Educação; Mestre em Ciências da Educação;Investigadora do CITS (Centro de Investigação de Tecnologias da Saúde) nas áreas da multiculturalidade, literacia e cancro da mama em Portugal; Especialista em Enfermagem Médico Cirúrgica; Directora da ESSVS; Presidente da SPEO.

Raquel Carvalho, Profª. Doutora

Doutorada em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da Universidade do Minho em 2018

Mestre em Ciências do Desporto - atividade física para a terceira idade pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto em 2005

Licenciada em Fisioterapia pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto em 2002.

Bacharel em Fisioterapia pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto em 1998.

Fisioterapeuta em prática clínica privada na área da Neurologia e Pediatria desde 1998.

Professora Adjunta Principal do Curso de Fisioterapia da Escola Superior de Saúde de Vale do Sousa.

Jose Antonio Pinho, Prof. Doutor

Doutorado pela USC. Mestrado em Saúde Pública, Gestão de unidades de saúde. Pós-Graduação em gestão hospitalar. Licenciado em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Dª Ana Guedes Porto.  Enfermeiro chefe no serviço de cuidados intensivos do Centro Hospitalar do Porto. Docente da CESPU.

Eduardo Carqueja, Prof. Doutor

Doutorado em Bioética. Licenciado em Psicologia Clínica

Pós-graduado em Luto. Mestre em Ciências Religiosas, área Fé e Psicoterapia. Assistente Principal da Carreira dos Técnicos Superiores de Saúde - Ramo Psicologia Clínica, no Centro Hospitalar Universitário de S. João, EPE (CHUSJ). Responsável pela consulta de Psicologia Oncológica do CHUSJ (1999-2005). Responsável pela consulta de Psicologia da Dor do CHUSJ (2003-2005). Responsável pela consulta de Psicologia Cuidados Paliativos do CHUSJ desde 2005. Docente convidado da Faculdade de Medicina do Porto, em Doutoramentos, Mestrados e Pós-graduações em áreas de bioética e cuidados paliativos. Docente convidado de várias Instituições de Ensino Superior, nomeadamente Universidade Católica Portuguesa de Lisboa, Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, Escolas de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria e de Castelo Branco, em cursos pós-graduados, nas áreas da bioética, cuidados paliativos e luto. Orientador de mais de vinte alunos em teses de mestrado em Cuidados Paliativos. Arguente em várias teses de mestrado e doutoramento. Prémio Monsenhor Feytor Pinto, Terapia e Espiritualidade (2008). Presidente da Sociedade Portuguesa de Estudos em Psicologia Oncológica (SPEPO). Membro da Comissão de acompanhamento da implementação do modelo de intervenção diferenciada no luto complicado, do Ministério da Saúde. Coordenador do Grupo de Trabalho - Intervenção em Cuidados Paliativos da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Presidente da Delegação Regional Norte da Ordem dos Psicólogos Portugueses. Deputado Municipal da Assembleia Municipal do Porto.

Cláudia Sousa, Mestre

Mestrado em Psicologia da Saúde

Psicóloga/Neuro-psicóloga no Serviço de Neurologia do Centro Hospitalar S. João no Porto.

Várias publicações na área das Demências e das doenças desmielinizantes.

Miguel Gago, Prof. Doutor

Licenciou-se em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) em 2002, concluindo a especialidade de Neurologia em 2010 no Serviço de Neurologia do Centro Hospitalar do São João (HSJ). Doutoramento em Medicina, na área de investigação  científica  do controlo postural e da Marcha nas doenças neurodegenerativas. Efetua pesquisa no ICVS/Universidade do Minho e no Centro Algoritmi, Faculdade de Engenharia/Universidade do Minho, tendo recebido o prémio Melo & Castro 2018, Santa Casa Misericórdia, como co-investigador, pelo projeto “Thertact-Exo: A brain controlled exoskeleton for spinal cord regeneration”.

Exerce atividades de coordenação do Centro Académico no Hospital Público desde 2014. Membro de sociedades científicas nacional e internacional de Doenças do Movimento, tendo sido eleito Presidente da Sociedade Portuguesa de Distúrbios do Movimento (SPDMov) em 2015. A nível assistencial clínico exerce funções de Assistente Hospitalar de Neurologia, sendo responsável por consulta de Doenças do Movimento, Envelhecimento Cerebral e Neurologia Geral, Internamento de Neurologia e consultoria à Urgência Hospitalar de Neurologia. Realizou a sua formação com especial foco nas Doenças do Movimento e na Estimulação cerebral profunda, tendo feito pós-graduação no Neurozentrum de Kiel (Alemanha), e colaborado com o grupo de DBS do HSJ para a menção honrosa do prémio BIAL® em 2011.

Investigador principal e co-investigador em estudos e ensaios clínicos na Demência de Alzheimer e Doenças do Movimento. Publicou 18 artigos indexados, sendo revisor convidado de revistas científicas.

Marta Parreira, Mestre

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde, Universidade do Minho.

Especialista em Neuropsicologia Clínica e pós-graduada em Neuropsicologia de Intervenção e Psicogerontologia.

Investigadora em ensaios clínicos na área da Doença de Alzheimer e vários projetos de investigadora na área da Esclerose Múltipla.

Gerente do NeuroGime - Clínica de Neurorreabilitação (Braga).

Neuropsicóloga Clínica em várias unidades hospitalares e clínicas: Hospital da Luz Guimarães, Hospital Privado de Braga Sul, Hospital Privado de Braga Centro,

Hospital Privado da Trofa, Hospital de Dia de Famalicão, Clínica Saúde Mais (Braga), Clínica da Botica (Prado) e Clínica Privada de Guimarães.

Editora associada no International Journal of Psychology and Neuroscience.

Autora e co-autora de várias comunicações orais e escritas em congressos nacionais e internacionais.

Marta Lopes, Mestre

Mestrado integrado em Medicina, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP).

Conclusão do internato de formação específica em Neurologia no serviço de Neurologia do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga (CHEDV), Santa Maria da Feira. Assistente Hospitalar de Neurologia no Serviço de Neurologia do Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães (HSOG).

Tem várias publicações de artigos e capítulos de livros na área do envelhecimento e demências.

Co-investigadora em vários projetos de investigação na área da Neurologia incluindo na Doença de Alzheimer.

Flora Ferreira, Profª. Doutora

Licenciada em matemática ensino, mestre em Matemática e Aplicações à Mecânica e doutorada em Ciências, especialidade em Matemática, pela Universidade do Minho. Tem um curso de especialização em Informática Médica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. De momento, é Professora Adjunta Convidada na ESTG do Politécnico do Porto e investigadora colaboradora do Centro Algoritmi da Universidade do Minho.  É autora de diversas publicações nas áreas de modelagem matemática, inteligência artificial e estatística aplicada em diferentes áreas desde a engenharia (em particular robótica) à monitorização e avaliação de doenças neurodegenerativas. 

Célia Durães, Drª.

Licenciada em Cardiopneumologia pela Universidade de Coimbra

Cardiopneumologista no Centro Hospitalar Alto Ave Guimarães onde trabalha no Laboratório do Estudo Funcional e no Laboratório do Sono.

Luísa Antunes, Mestre

Mestre em Enfermagem.

Enfermeira especialista em Reabilitação no Centro Hospitalar do Alto Ave - Guimarães no serviço de Neurologia e Pneumologia

Nuno Jorge Lamas, Prof. Doutor

Mestre em Medicina, Escola de Ciências da Saúde (atualmente Escola de Medicina) da Universidade do Minho, Braga

Doutoramento em Medicina (Neurociências e Biologia das Células Estaminais), Escola de Ciências da Saúde (atualmente Escola de Medicina) da Universidade do Minho, Braga - Doutoramento realizado no âmbito do Programa MD/PhD da Universidade do Minho, em colaboração com a Columbia University in the City of New York, Nova Iorque, Estados Unidos da América. Orientadores: Christopher E. Henderson e Hynek Wichterle (Columbia University) & Nuno Sousa (Universidade do Minho)

Programa certificado de treino em investigação clínica Harvard Medical School’s Portugal Clinical Scholars Research Training (PTCSRT)

Médico Interno de Formação Específica em Anatomia Patológica no Centro Hospitalar e Universitário do Porto, Porto.  

Orlando Von Doelinger, Prof. Doutor

Professor Auxiliar Convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Assistente Hospitalar no Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

Tem vários livros e artigos publicados na área da Psiquiatria e Psicoterapia.

Susana Pedras, Profª. Doutora

Especialista em Psicoterapia, Formadora Certificada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua do Ministério da Educação, Universidade do Minho. Monitora de Mindfulness, estando a desenvolver grupos de intervenção de Mindfulness em Idosos. É autora de vários artigos científicos e capítulos de livros.

Investigadora no IINFACTS/CESPU.

Rosário Bacalhau, Profª. Doutora

Trabalha desde 1990 no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPOLFG), desempenhando funções como Psicóloga Clinica na Clinica de Dor (1990-2010), bem como outras unidades e grupos de patologia (Unidade de Psiquiatria; Grupo Multidisciplinar de Cuidados Paliativos; Consulta de Neurologia (Epilepsia); Núcleo Psicossocial; Unidade de Psicologia). Integra a Unidade de Psicologia sendo no momento responsável pelo Programa de Formação dos profissionais em estreita colaboração com o Centro de Formação do IPOLFG. Orientadora de estágios pré-graduados e de Estágios da Carreira de Técnicos Superiores de Saúde. Responsável pelo programa de formação e formadora de Voluntários da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Núcleo Regional do Sul. Formadora de formadores de Voluntariado da Segurança Social. Publicações na área da psico-oncologia e comunicação e voluntariado hospitalar; apresentações de posters e Autora de várias comunicações em congressos, nacionais e internacionais.  

Membro Equipa de Prevenção de Violência nos Adultos.

Tiago Gil Oliveira, Prof. Doutor

Doutoramento em Medicina na Columbia University, entre 2007 e 2010, com supervisão do Prof. Gilbert Di Paolo.

Professor Assistente na Escola de Medicina na Universidade do Minho.

Tem vários artigos, capítulos de livros e patentes em vários domínios da Medicina, com participações em vários congressos nacionais e internacionais.