Introdução

Família é contexto natural para crescer.
Família é complexidade.
Família é teia de laços sanguíneos e, sobretudo, de laços afectivos.
Família gera amor, gera sofrimento.
A família vive-se. Conhece-se. Reconhece-se (Relvas, 1996).
Pensar e abordar a Saúde Familiar é pensar nas alterações que a família sofre ao longo do tempo, é pensar nas suas funções, é pensar nas determinantes da sua saúde entre tantos outros aspectos que se entrecruzam.
O curso de Pós Graduação em Saúde Familiar visa fornecer conhecimentos multidisciplinares a todos os agentes que intervêm naquela que é a considerada a “célula fundamental” do indivíduo e da sociedade: A FAMÍLIA.

Data de realização do curso

Janeiro de 2013

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem
  • Medicina
  • Psicologia

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1 - FAMÍLIA E SAÚDE, PERSPECTIVAS E TENDÊNCIAS
MÓDULO 1 – PERSPECTIVAS TEÓRICAS DA FAMÍLIA

  • Conceitos de família
  • Funções da família
  • Ciclo vital da família
  • Determinantes da saúde familiar
  • Teorias familiares
  • Avaliação familiar
  • Crises acidentais na família
  • A doença e dependência na família
  • Adaptação à doença e resiliência familiar
  • Ser cuidador informal na família
  • Iniciação ao processo de cuidados informais
  • Dificuldades/necessidades dos cuidadores familiares


UNIDADE CURRICULAR 2 - PLANEAMENTO EM SAÚDE FAMILIAR
MÓDULO 1 - PLANEAMENTO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

  • Diagnóstico de saúde familiar
  • Determinar prioridades em saúde da família
  • Projectos e programas de intervenção familiar
  • A intervenção em saúde da família
  • Avaliação *


UNIDADE CURRICULAR 3 – FAMÍLIAS PROBLEMÁTICAS
MÓDULO 1 - FAMÍLIAS EM RISCO
*A pobreza
*Famílias multiproblemáticas
*Gravidez na adolescência
*Violência e maus tratos familiares
*Intervenção profissional na família disfuncional
*Redes de suporte e de apoio à família

MÓDULO 2 - A SAÚDE MENTAL DAS FAMÍLIAS
*Famílias com elemento com patologia psiquiátrica: a depressão, a demência e as psicoses
*O alcoolismo e a toxicodependência na família
*A não adesão à terapêutica


UNIDADE CURRICULAR 4 - INVESTIGAÇÃO E INTERVENÇÃO EM SAÚDE FAMILIAR
MÓDULO 1- PESQUISA EM SAÚDE FAMILIAR
Conceções para a investigação à família
Desenhos de investigação em saúde familiar: questões e desafios
Análise de dados
O relatório de investigação

MÓDULO 2 - EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÕES NA FAMÍLIA
*Comunicar com a família
*Educação/informação à família
*Fontes e recursos
*A informação on-line

MÓDULO 3 - ÉTICA NOS CUIDADOS À FAMÍLIA

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Lisboa (Lumiar)
Hospital da Força Aérea
Paço do Lumiar
1649-020 Lisboa

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Proporcionar aos profissionais um espaço de aquisição, reflexão e actualização de conhecimentos científicos na área da Saúde Familiar, numa abordagem multidisciplinar de modo a que nos diversos contextos de trabalho possam mobilizar saberes teóricos, práticos e relacionais num enfoque de continuum saúde–doença, desde o nascimento até ao fim do ciclo vital da família com a finalidade de promover e manter do equilíbrio familiar.

Específicos:

  • Identificar famílias com processos geradores de problemas e saber actuar/ encaminhar com vista à sua resolução;
  • Planear e intervir com equipas multidisciplinares nas diversas estruturas nas diferentes etapas do ciclo vital da família e em contextos de multiculturalidade;
  • Preparar e formar para uma adequada intervenção em problemáticas sócio-familiares decorrentes da vida contemporânea;
  • Incentivar a pesquisa e produção de conhecimento na área de Saúde da Família.

Resumo

Pensar e abordar a Saúde Familiar é pensar nas alterações que a família sofre ao longo do tempo, é pensar nas suas funções, é pensar nas determinantes da sua saúde entre tantos outros aspectos que se entrecruzam.
O curso de Pós Graduação em Saúde Familiar visa fornecer conhecimentos multidisciplinares a todos os agentes que intervêm naquela que é a considerada a “célula fundamental” do indivíduo e da sociedade: A FAMÍLIA.

Metodologia

As aulas serão teóricas e teórico-práticas, através da exposição das várias temáticas com análise e discussão de casos. A condição para a conclusão da pós graduação será a aprovação em todos os módulos. As notas serão de 0 a 20. A avaliação de cada Módulo é definida pelo Coordenador Pedagógico na primeira sessão.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem, Medicina, Psicologia, Serviço Social, Professores e Educadores de Infância e a todos os licenciados com interesse nesta temática.

Candidatura e selecção

Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

25

Carga horária

164 Horas

Unidades de crédito do curso

20

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária. Aprovação em todas as unidades curriculares, sendo condição de aproveitamento uma classificação igual a 50%.

Duração e regime

O Curso iniciará a Janeiro de 2013. As aulas decorrerão à sexta-feira, das 18h00 às 22h00, aos sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e aos domingos das 09h00 às 13h00 (mensalmente).

Cronograma

PROVISÓRIO
Janeiro a Novembro de 2013.
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Fátima Ribeiro, Profª. Doutora

Doutorada em Bioética pela Universidade Católica - Instituto de Bioética - Porto, onde desenvolveu tese no âmbito dos maus tratos ao idoso em contexto familiar.

Professora Auxiliar/Professora Adjunto Principal na CESPU, Cooperativa de Ensino Politécnico e Universitário.

Investigadora no IINFACTS/CESPU sendo investigadora principal num projeto relacionado com a comunicação dos enfermeiros, na passagem de turno e co investigadora em projetos multidisciplinares relacionados com o Envelhecimento e com a Promoção da Saúde.

Enfermeira Chefe do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 2002 a 2012.

Enfermeira Especialista de Enfermagem de reabilitação do Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 1990 a 2002.

Enfermeira Generalista de 1980 a 1990 Centro Hospitalar Tâmega e Sousa - Hospital Padre Américo Vale do Sousa de 1990 a 2002.

Francisca Pinto, Mestre

Mestre em Ética na área da Tecnologia da Informação e Comunicação; Especialista em Enfermagem Médico Cirúrgica; Professora Adjunta do IPSN no Curso Licenciatura em Enfermagem e Pós Licenciatura em Especialidade de Enfermagem

 

Assunção Nogueira, Profa. Doutora
Doutorada em Educação, na área da prestação de cuidados pela família; Mestre em Ciências de Enfermagem na área de cuidados à família; Especialista em Enfermagem Comunitária; Investigadora do CITS (Centro de Investigação de Tecnologias da Saúde) na área da prestação de cuidados informais; Professora Coordenadora do IPSN no Curso Licenciatura em Enfermagem e Pós Licenciatura em Especialidade de Enfermagem Comunitária; Membro Fundador da APEG.
Laurentina Santa, Mestre

Representante da OE na Conferência de Munique; Responsável da OE pela divulgação, implementação e acompanhamento do Enfermeiro de Família. Docente convidada do IPSN; Enfermeira Na ARS-Norte

Carla Araújo, Dra.
Licenciada em Gestão de Recursos Humanos, Formadora na área Comportamental e Comunicação de Grupo.
Alexandra Serra, Profa. Doutora
Licenciada e Doutorada em Psicologia, área Comportamento Desviante, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Pós-graduação em Provas Projectivas e Psicoterapia Cognitiva Narrativa. Coordenadora Mestrado em Psicologia Forense e da Transgressão do ISCSN. Docente na Licenciatura e no Mestrado de Ciências Forenses e Criminais do Departamento de Ciências do ISCSN. Docente e supervisora de estágios académicos do Departamento de Psicologia do ISCSN desde 1996. Colaboração com a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Valongo desde 2006. Participação em diversas investigações, actual Investigadora Principal da UnIPSa.
Lurdes Teixeira, Profa. Doutora
Licenciada e doutorada em Sociologia, com especialização em Sociologia da Saúde pelo ISCTE – IUL. Possui mestrado em Relações Interculturais, com especialização em Comunicação em Saúde. É investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE – IUL e da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), ao abrigo do Protocolo de Cooperação Académica UNIFESP/ISCTE. Professora Adjunta do Instituto Politécnico de Saúde do Norte.