Introdução

A Enfermagem Forense é um novo domínio da prática de enfermagem, que permanecias desconhecido entre nós, mas que tem vindo a expandir-se em Portugal. A enfermagem forense consiste na aplicação da ciência forense à prática clínica da enfermagem. Trata-se da aplicação dos aspetos forenses aos cuidados de saúde, combinando a educação biopsicossocial da enfermagem, na investigação científica e tratamento do trauma, morte, violência ou atividade criminosa, no contexto da comunidade clínica ou institucional.
A enfermagem forense tem ganho gradualmente visibilidade. A ANA (American Nurses Association), reconheceu em 1995 a enfermagem forense como uma subespecialidade e a IAFN (International Association of Forensic Nurses), estabeleceu um currículo padrão de formação.
A vida, saúde e segurança de cada paciente vem em primeiro lugar. A recolha de vestígios é importante mas secundário. O índice de suspeita é o sentimento intuitivo do enfermeiro que está relacionado com a experiencia profissional, rapidez de raciocínio e o mais importante, a sua formação. O programa de formação em enfermagem forense, não só deve responder ao desafio de uma área emergente da prática de enfermagem, mas também reintroduzir os princípios dos cuidados de saúde, bem como os direitos legais da vítima.

Data de realização do curso

Setembro de 2013

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem

Estrutura curricular

  • U.C. 1 - Ciência da Enfermagem Forense
  • U.C. 2 - Preservação, recolha e documentação de Vestígios
  • U.C. 3 - Enfermagem Forense na Investigação da Morte
  • U.C. 4 - Enfermagem Forense na Violência Interpessoal e Familiar
  • U.C. 5 - Enfermagem Forense na Psiquiatria e Detenção
  • U.C. 6 - Enfermagem Forense na Violência Coletiva
  • U.C. 7 - Enfermagem Forense e o Direito
  • U.C. 8 - Enfermagem Forense e as Outras Ciências Forenses
  • U.C. 9 - Oficinas de Investigação

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU - Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

  • Analisar a Enfermagem Forense como uma nova área de saber, na aplicação dos conhecimentos da Enfermagem às questões forenses, como um novo contexto de competências e paradigma de intervenção
  • Desenvolver conhecimentos, habilidades e competências de enfermagem na área forense;
  • Desenvolver conhecimento adequado do papel e da importância da Enfermagem Forense no contexto da Medicina Legal;
  • Discutir a importância do papel do Enfermeiro Forense na equipa multidisciplinar de investigação criminal;
  • Garantir a preservação e proteção de vestígios com relevância médico-legal;
  • Abordar as situações que envolvem violência sexual.

Resumo

A Enfermagem Forense é um novo domínio da prática de enfermagem, que permanecias desconhecido entre nós, mas que tem vindo a expandir-se em Portugal. A enfermagem forense consiste na aplicação da ciência forense à prática clínica da enfermagem. Trata-se da aplicação dos aspetos forenses aos cuidados de saúde, combinando a educação biopsicossocial da enfermagem, na investigação científica e tratamento do trauma, morte, violência ou atividade criminosa, no contexto da comunidade clínica ou institucional.

Metodologia

A metodologia de ensino baseia-se essenciamente num conjunto de aulas teóricas e teórico-práticas em sala de aula.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem

Candidatura e selecção

Ordem de Inscrição, Análise Curricular Académica e Profissional.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

240 horas

Unidades de crédito do curso

33

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária.
Aprovação nas avaliações escritas e projeto final.

Duração e regime

O curso decorrerá de Setembro de 2013 a Julho de 2014. As aulas decorrerão às sextas das 18h00 às 22h e sábados das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, quinzenalmente.

Cronograma

PROVISÓRIO
Setembro de 2013 a Julho de 2014
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Ricardo Dinis, Prof. Doutor

Licenciatura em Ciências Farmacêuticas

Doutoramento em Toxicologia pela Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e da Universidade de Salamanca

Doutoramento Europeu pela Universidade do Porto

Agregado em Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Presidente da Associação Portuguesa de Ciências Forenses 

Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa Para o Estudo da Criança Abusada e Negligenciada

Professor de Toxicologia Clínica, Analítica. Forense e Alimentar do Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS)-CESPU e da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

Investigador do UCIBIO-REQUIMTE

Autor de mais de 120 artigos publicados (representando mais de 3000 citações) em revistas internacionais, indexadas com peer-review e autor de cerca de 30 capítulos de livros, de 4 livros e de 4 patentes.

Autor de 4 patentes e livros editados.

Isabel Araújo, Profª. Doutora

Docente do IPSN-ESSVA. Enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-cirúrgica. Doutora em Ciências de Enfermagem - Universidade do Porto. Directora/ Coordenadora Departamento Enfermagem ESSVA.

Albino Gomes, Mestre

Doutorando em Ciências Forenses, pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto - Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses, pela Faculdade de Medicina de Lisboa - Pós-Graduação em Ciências Criminais, pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Sul, Monte da Caparica - Pós-Graduação em Medicina de Catástrofe, pela Société Française de Médecine de Catastrophe, Paris - Master in Forensic Nursing, pelo American Institute of Forensic Education - Programa Avançado de Gestão de Saúde (Healthcare Management Program ), pela Universidade Católica Portuguesa, Lisboa. - Investigador associado do FCT, na área das ciências forenses - Forensic Nurse Examiner - Perito e consultor de enfermagem forense na área dos crimes sexuais, violência doméstica e preservação de vestígios na urgência e pré-hospitalar, no IAFN.

Bruno Rito, Enf.
Mestrando em Gestão de Unidades de Saúde, pela Escola Superior de Saúde de Portalegre. Pós-Graduado em Supervisão Clínica, pela Escola Superior de Saúde de Leiria. Pós-Graduado em Enfermagem Forense, pela Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias, Lisboa. Pós-Graduado em Estratégias e Intervenções em Situações de Crise e Emergência, pela Escola Superior de Saúde de Portalegre. Pós-Graduado em Gestão em Saúde, pela Universidade Moderna, Lisboa. Integra o Mapa de Pessoal do Instituto Nacional de Emergência Médica I.P., como Enfermeiro. Investigador associado da C3i [Coordenação Interdisciplinar para a Investigação e Inovação], do Instituto Politécnico de Portalegre. Membro da International Association of Forensic Nursing e da Associação Portuguesa de Enfermagem Forense (Co-Fundador). Certificado de Competências Pedagógicas, pelo IEFP. Colaborador externo em diversos Cursos Pós-Graduados, pelas Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias – Lisboa e Escola Superior de Saúde de Leiria.
Sofia Frazão, Mestre

-Licenciada em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

-Mestre em Ciências Forenses pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

-Especialista em Medicina Legal do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, I.P.

-Vários artigos publicados em revistas internacionais indexadas

-Coordenadora do Gabinete Médico-Legal de Braga

-Atribuída a competência em Avaliação do Dano Corporal pela Ordem dos Médicos

-Membro do Colégio de Medicina Legal da Ordem dos Médicos

-Proficiency Test do Study Group on Forensic Age Diagnostics - German Society of Legal Medicine

-Regência da UC de Autópsia Médico-Legal da Licenciatura em Ciências Forenses e Criminais do ISCSN

-Assistente Convidada a 30% do Instituto Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto

Paulo Rocha, Enf.
Licenciatura e Pós graduação em Gestão em saúde e Especialidade em enfermagem de Reabilitação. Enfermeiro em Urgência, Cuidados Intensivos Polivalentes e cirúrgicos. Coordenação de serviços de Psiquiatria (urgência e Internamento). Colaborador externo em diversos Cursos Pós-Graduados, pela Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias.
Diogo Pinto da Costa, Mestre
Licenciou-se em Direito, pela Universidade Católica Portuguesa (1988). Mestre em Criminologia pela FDUP (2000). Consultadoria Jurídica nos Serviços Médico Legais – chefe do gabinete de assessoria jurídica do INML, desde 2008 Docente convidado da Faculdade de Medicina da UP (curso de PG em Avaliação do Dano Corporal; Mestrado em Ciências Forenses; curso superior Medicina Legal; do curso formação profissional “Abusos em Crianças e Jovens). Docente convidado da Faculdade de Direito da UP(curso de criminologia) Coordenador do módulo Direito e Deontologia (FMUP). Docente convidado do ISMAI – curso de criminologia.