Introdução

Na última década a complexidade do regime terapêutico, da pessoa com doença, levou ao incremento do desenvolvimento de mecanismos que permitem a administração de terapia intravenosa, suporte transfusional e um alto volume de colheitas sanguíneas. O uso de cateteres venosos centrais CVC permitiu minimizar o impacto dessas terapêuticas na pessoa portadora de CVC e levou consequente à otimização do regime terapêutico. A correta utilização destes dispositivos requer formação adequada dos profissionais de saúde que o gerem. De forma a permitir a sua correta utilização e a minimizar as complicações relacionadas com a mesma é imprescindível adquirir e aprofundar conhecimentos sobre os tipos de CVC, a sua indicação e os principais métodos de manutenção, bem como é indispensável adquirir e aprofundar conhecimento acerca das complicações associadas ao seu uso.

Data de realização do curso

18 de janeiro de 2020

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem

Estrutura curricular

U.C. - Manipulação do Cateter Venoso Central

  • Acessos vasculares centrais
  • Guidelines e Recomendações para o uso de cateteres venosos centrais (CVC)
  • Tipos de CVC e suas indicações
  • Colonização e infeção do CVC: microorganismos disruptores da mucosa
  • Oclusão do CVC: tipos e características
  • Manutenção e desobstrução dos CVC
  • Conectores: indicações de uso e monitorização
  • Solução para bloqueio/lock do CVC
  • Penso do CVC: principais recomendações
  • Hemoculturas: procedimento adequado associado ao tempo de positividade
  • Manutenção periódica do CVC
  • Acessos vasculares e sistemas de informação.

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass;
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/index.php/141458?lang=pt;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional);
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

A formação irá permitir aos formandos atingir o seguinte objetivo:

1. Conhecer as variáveis que influenciam a tomada de decisão, em Enfermagem, na intervenção ao doente com Cateter Venoso Central (CVC).

Metodologia

Fornecimento de documentação específica sobre o conteúdo do curso, antes da formação, para que os formandos possam fazer uma preparação prévia, teórica, de modo a acompanhar a formação.

A avaliação será efetuada através de uma prova escrita.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem.

Candidatura e selecção

Candidaturas até dia 3 de janeiro de 2020.

Seleção é realizada por ordem de inscrição. 

Nº de vagas para o curso

15

Carga horária

7 horas de contacto

Unidades de crédito do curso

1

Critérios de aprovação

Presença obrigatória em 100% das horas previstas.

Duração e regime

O curso decorre no dia 18 de janeiro (sábado). 

Cronograma

18 de janeiro de 2020.

Provisório.

Corpo docente

José Martinez, Mestre
  • Mestre em Oncologia/Enfermeiro Especialista, ICBAS (Portugal) e Thomas Jeffersson University (EUA), 2015-2017.
  • Especialista em Enfermagem em saude mental e psiquiatria  no Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE. na unidade de oncohematologia.
  • Membro da Comissão de Control de Infeção da Unidade de Hematologia-Oncologia no Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE desde novembro de 2006 até novembro de 2015.
  • Responsável pelo in-service training na Unidade de Hematologia-Oncologia no Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE desde maio de 2008 até ao presente.
  • Docente no Instituto Terapêutico do Porto e Braga desde junho de 2008 até julho de 2011, com um total de 1080 horas incluídas no treino do curso de Medical Action Aid.
  • Responsável pelo treino em gestão de Acesso Vascular, no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE desde janeiro de 2019 até a presente data.
  • Responsável pelos protocolos de gestão de acesso vascular, no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE desde janeiro de 2019 até 2021.
  • Integrante da equipa central e do grupo de peritos no “Infusion Devices Tender”, Instituto Português de Oncologia do Porto Francisco Gentil, EPE (2018/2019).
Diana Ramada, Mestre
  • Mestre em Oncologia/Enfermeiro Especialista, ICBAS (Portugal) e Thomas Jeffersson University (EUA), 2010.
  • Enfermeira Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica no Hospital dia adultos do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE.
  • Membro do Comissão de Control de Infecção da Unidade de Medicina-Oncologia do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE, desde outubro de 2007 a dezembro de 2009.
  • Docente do Instituto de Terapêutica do Porto em 2009, com um total de 300 horas incluídas no curso de formação de Medical Action Aid
  • Responsável pelo treino em gestão de Acesso Vascular, no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE desde janeiro de 2019 até a presente data.
  • Responsável pelos protocolos de gestão do Acesso Vascular, no Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil Porto, EPE desde janeiro de 2019 a 2021.
Nuno Lopes, Mestre
  • Enfermeiro (Onco-Hematologia) no Instituto Português de Oncologia do Porto FG, EPE.
  • Mestrado em Enfermagem, com Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica.
  • Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem Médico Cirúrgica.
  • Professor Assistente Convidado na CESPU – Instituto Politécnico de Saúde do Norte – Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa (2017), na Escola Superior de Saúde Santa Maria (2016/2017) e Escola Superior de Enfermagem do Porto (2006/2016).