Introdução

As técnicas não invasivas, tem sido consideradas como uma alternativa importante à ventilação mecânica convencional no tratamento de pacientes com insuficiência respiratória aguda. A sofisticação dos equipamentos e máscaras tornou os benefícios do método indiscutível. O enfermeiro é considerado um profissional fundamental e tem ao seu alcance uma gama de estratégias e técnicas que contribuem não somente para o aumento da eficácia da ventilação não invasiva, como também para a redução dos factores de intolerância a esta terapêutica.
A ventilação mecânica não invasiva é uma importante modalidade terapêutica que possui os seguintes objectivos:
 - manutenção das trocas gasosas pulmonares, redução do trabalho respiratório, manutenção dos volumes pulmonares e a redução da dispneia.
 - o uso do procedimento através da pressão positiva é executado na ausência da via aérea artificial e com o emprego de máscaras faciais ou nasais, têm recebido cada vez mais importância na literatura científica e na aplicação clínica.

Data de realização do curso

Março de 2017

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem
  • Fisioterapia
  • Cardiopneumologia

Estrutura curricular

Componente Teórica:

insuficiencia respiratoria aguda:

hipoxemia e hipercapnia.fundamentos ,bases e interpretação;

indicações e contraindicaçoes da ventilação mecanica não invasiva( VMNI)

interfaces em VMNI

o que é um ventilador?

modos ventilatorios, seleção de parametros

tecnicas de humidificaçaõ em VMNI

como iniciar  a VMNI.

monitorização do paciente com VMNI

complicaçoes da VMNI

 aplicabilidade da ventilação não invasiva no pré-hospitalar, sala de emergencia .

ventilação mecanica não invasiva em situações especiais -patologia respiratoria crónica obstrutiva, restritiva, ARDS, pneumonia,politraumatizados e pacientes oncologicos, doente neuromuscular, SAOS, EAM,Pediatria/Neonatologia

ventilação não invasiva em procedimentos endoscopicos ( broncoscopia)

cuidados respiratórios no paciente com VMNI-tosse assistida,ventilação externa oscilante , cinesiterapia respiratoria, cough assist

Componente Prática :

o que é um ventilador?

modos ventilatórios CPAP, BIPAP , AVASP

inicio da ventilação não invasiva

interpretação das fugas e assincronia paciente ventilador

interfaces

cough assist

smarvest

cuidados respiratorios.tosse assistida, cinesiterapia respiratória

CPAP Boussignac

tipo de ventiladores no domicilio

Dotar os enfermeiros de um conjunto de conhecimentos, capacidades e atitudes no domínio ventilação não invasiva.

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte) ou Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/index.php/141458?lang=pt;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional);
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Pretende-se que os discentes adquiram competências na área do saber, do saber ser e do saber fazer de uma forma crítica e activa e em que o prazer das aquisições feitas se transporte para sua vida pessoal e profissional.

No final do curso, pretende-se, que os formandos que concluam com aproveitamento obtenham os seguintes conhecimentos/competências:

  • Adquirir uma visão teórica actual das indicações e eficácia da VMNI em doentes agudos;
  • Fazer uma correcta aplicação dos modos ventilatórios e interfaces a cada situação clínica;
  • Executar o ajuste e monitorização dos parâmetros ventilatórios;
  • Adquirir o conhecimento dos diferentes equipamentos e acessórios complementares à VMNI;
  • Saber os critérios de eficácia e insucesso da VMNI;
  • Fazer uma aplicação correcta dos protocolos e “guidelines” de VMNI.

Metodologia

A metodologia de ensino baseia-se essencialmente num conjunto de aulas teóricas, teórico-práticas e práticas em sala de aula. As aulas práticas com equipamentos de ventilação não invasiva.

Destinatários

Enfermeiros, fisioterapeutas e cardiopneumologitas.

Candidatura e selecção

Candidatura até 17 de fevereiro de 2017.

Nº de vagas para o curso

12

Carga horária

12 Horas

Duração e regime

Pós Laboral

Cronograma

3 e 4 de março de 2017.

Corpo docente

Graciete Costa Gonçalves, Enfa.

Licenciatura em Enfermagem. Enfermeira da Unidade de Cuidados Intensivos e VMER do Centro Hospitalar de Vila Real/Peso da Régua, EPE. Curso Pós-licenciatura em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Instutora Internacional dos cursos: First Aid, CPR e AED, First Responder, GEMS, PEPP, ITLS e Gestão de Crise. Instrutor Nacional dos cursos: SBV e DAE, AAPCR e CETC.