Introdução

"A Psicologia Positiva é o estudo científico das forças e das virtudes humanas. Trata-se de uma perspectiva mais equilibrada sobre o funcionamento humano que considera os motivos, as capacidades e os potenciais humanos. O aconselhamento psicológico, histórica e actualmente, continua a ser umas das poucas disciplinas que destaca os valores de promoção de capacidades humanas, satisfação e bem-estar. De alguma forma, aconselhamento psicológico sempre foi uma parte vital da promoção da boa saúde e prevenção de doenças, incluíndo transtornos mentais, físicos e sociais para indivíduos e comunidades (APA, 2016)."

Data de realização do curso

Abril de 2017

Áreas de conhecimento

  • Psicologia

Estrutura curricular

U.C. 1 - Psicologia Positiva

1- Introdução (Seligman & Csikszentmihalyi, 2014)
a.  O que a psicologia positiva é (e não é) (Magyar-Moe, Owens, & Conoley, 2015)
b. O que (e por que) é psicologia positiva? (Gable, S.L., & Haidt, 2005)

2- Psicologia Positiva: Teorias, Construções e Processos
a. Bem-estar
a.1. Bem-estar emocional (emoções positivas) (Diener, 2000, Lucas, Diener & Suh, 1996)
a.2. O bem-estar psicológico e social (funcionamento positivo) (Keyes, 1998; Ryff, 1989)
a.3. Bem-estar social (SWB). Em conjunto, o bem-estar emocional e o funcionamento positivo convergem para criar um modelo abrangente de SWB (Magyar-Moe, Owens & Conoley, 2015)
a.4. Bem-estar normativo e restaurador (Lent, 2004)
a.5. Aplicações em ambiente de aconselhamento (Buss, 2000; Bao & Lyubomirsky, 2014)
a.6. Considerações culturais
b. Significado (May, 1940; Steger, 2009)
b.1. Aplicações em ambiente de aconselhamento (Helgeson, Reynolds, & Tomich, 2006)
b.2. Considerações culturais (Kobau, Sniezek, Zack, Lucas e Burns, 2010; Steger, Kawabata, Shimai & Otake, 2008)
c. Esperança (Snyder, 2002)
c.1. Aplicações em ambiente de aconselhamento (Irving et al., 2004; Feldman & Dreher, 2012)
c.2. Considerações culturais (Chang & Banks, 2007)
d. Teoria dos Pontos Fortes (Clifton & Nelson, 1992; Peterson & Seligman, 2004)
d.1. Considerações culturais (Ryff & Singer 1998, Christopher & Hickinbottom, 2008, Becker & Maracek, 2008)
e. A teoria da expansão e da construção de emoções positivas (Fredrickson, 1998, 2001)
e.1. Desfazer hipóteses (Fredrickson, 2003)
e.2. A hipótese da resiliência (Fredrickson & Joiner, 2002e.3. Considerações culturais (Tsai & Park, 2014)
f. Empatia Positiva (Conoley & Conoley, 2009)
g. Aproveitar as etiquetas dos diagnósticos e nomear os pontos fortes (5ª edição, DSM-5, American Psychiatric Association, 2013; Magyar-Moe, 2013)


3- Aplicações em Populações e Contextos Específicos
a. Aconselhamento Individual (Magyar-Moe, 2009)
b. Aconselhamento Baseado nos Pontos Fortes (Smith, 2006)
c. Terapia Centrada Fortalecida (Wong, 2006)
d. Terapia focada na Qualidade de Vida (Frisch, 2006)
e. Terapia de Bem-Estar (Ruini & Fava, 2004)
f. Terapia da esperança (Lopez, Floyd, et al., 2000)
g. Psicoterapia Positiva (Rashid, 2008)

4- Orientação de Crianças e Adolescentes (Durand, Hieneman, Clarke, & Zona, 2009
a. Estendendo a Psicologia Positiva às Escolas (Huebner & Furlong, 2014)

5- Aconselhamento de casal e familiar (Conoley, Vasquez, Bello, Oromendia, & Jeske, 2015).

6- Aconselhamento grupal (Grossman, Niemann, Schmidt, & Walach, 2004)

7-Aconselhamento de Carreira (Gelso et al., 2014)
a. Relacionando as Teorias Vocacionais com a Psicologia Positiva (Hasse, Poulin e Heckhausen, 2012)
b. Construções Psicológicas Positivas no Contexto da Psicologia Profissional (Niles, Amundson, & Neault, 2011)
c. Aplicações Específicas das Intervenções de Psicologia Positiva na Orientação Profissional (Aconselhameto de carreira baseado em Pontos Fortes, SBCC, Littman-Ovadia, Lazar-Butbul, & Benjamin, 2014; grupo baseado em pontos fortes num processo de exploração da carreira, Owens, Motl, & Krieshok, 2015).

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass;
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura online: https://inscricoes.cespu.pt/index.php/141458?lang=pt;
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão (opcional);
Cheque ou comprovativo de transferência para o IBAN PT50 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura (50 Euros).

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt 
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Universitário de Gandra - Paredes
Campus Universitário de Gandra - Paredes
R. Central de Gandra, 1317
4585-116 GANDRA PRD - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Objectivo geral: dar a conhecer a Psicologia Positiva como uma área emergente de conhecimento psicológico.

Objectivos específicos:
1- Proporcionar aos alunos conhecimentos teóricos e práticos sobre a Psicologia Positiva;
2- Levar os alunos a reconhecerem as aplicações da Psicologia Positiva e os seus resultados;
3- Desenvolver nos alunos uma perspectiva crítica sobre a Psicologia Positiva.

Destinatários

Todos os alunos da licenciatura, mestrado e doutoramento na área da Psicologia, Serviço Social, Educação, Enfermagem, Dentária, Fisioterapia, bem como profissionais das mesmas áreas.

Candidatura e selecção

Candidaturas até 31-03-2017
Ordem de inscrição

Nº de vagas para o curso

20

Carga horária

45 Horas Lectivas

Unidades de crédito do curso

5,5

Critérios de aprovação

Trabalho escrito e apresentação oral.

Duração e regime

O Curso decorrerá de Abril a Junho de 2017. As aulas decorrerão uma vez por semana aos sábados das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Cronograma

Provisório
Abril a Junho de 2017

29 de abril

6 de maio

13 de maio

20 de maio

27 de maio

3 de junho


O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Ângela Leite, Prof.ª Doutora

Doutorada em Ciências Biomédicas na área da Psicologia.
Docente do ensino superior há mais de 16 anos e psicóloga clínica na área da Psicologia Positiva.