Introdução

Atualmente a formação contínua traduz-se num grande desafio para os profissionais de saúde. As mudanças que recentemente se têm operado, em termos de aumento de complexidade dos problemas de saúde dos cidadãos, a sofisticação das tecnologias quer de diagnóstico quer de tratamento, impõem aos Assistentes Operacionais que exercem a sua atividade profissional em Unidades de Endoscopia Digestiva a uma constante atualização dos conhecimentos e práticas dirigidas, fundamentalmente, ao doente.
A formação em REPROCESSAMENTO de ENDOSCÓPIOS DIGESTIVOS e ACESSÓRIOS está estruturada para promover o desenvolvimento de competências cognitivas e práticas no manuseamento seguro, para o utilizador e doente, de todo o equipamento endoscópico.

Data de realização do curso

28 de Setembro de 2013

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1- REPROCESSAMENTO de ENDOSCÓPIOS DIGESTIVOS e ACESSÓRIOS - LIMPEZA e DESINFECÇÃO de ENDOSCÓPIOS e ACESSÓRIOS

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Observações

O curso é realizado em colaboração com a ASSOCIAÇÃO NACIONAL de ENFERMEIROS de ENDOSCOPIA DIGESTIVA.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

O presente curso pretende:

  • Apresentar/discutir normas para o reprocessamento de endoscópios e acessórios segundo a ESGENA (2008) e DGS (2012);
  • Contribuir para o desenvolvimento de recomendações e programas de garantia de qualidade, higiene e controle de infeção em endoscopia digestiva.

Resumo

Atualmente a formação contínua traduz-se num grande desafio para os profissionais de saúde. As mudanças que recentemente se têm operado, em termos de aumento de complexidade dos problemas de saúde dos cidadãos, a sofisticação das tecnologias quer de diagnóstico quer de tratamento, impõem aos Assistentes Operacionais que exercem a sua atividade profissional em Unidades de Endoscopia Digestiva a uma constante atualização dos conhecimentos e práticas dirigidas, fundamentalmente, ao doente.

Metodologia

O plano pedagógico organiza-se em aulas teórico-práticas.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem e Assistentes Operacionais.

Candidatura e selecção

Análise curricular Académica e Profissional ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

6 Horas

Unidades de crédito do curso

1

Critérios de aprovação

Para obtenção do diploma é obrigatória a presença em 100% da carga horária total prevista.

Duração e regime

Pós Laboral

Cronograma

PROVISÓRIO
28 de Setembro de 2013
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Joaquim Andrade, Enf.

Licenciado em Enfermagem; Especialista em Saúde Mental e Psiquiátrica; Coordenador de Enfermagem da Unidade de Endoscopia Digestiva do CHAA (2008-2012); Operacional do INEM na VMER sediada no CHAA.