Introdução

A pele constitui a barreira natural de defesa do corpo, quando esta fica comprometida está mais vulnerável à penetração de agentes estranhos e consequentemente à formação de lesão – ferida.
Em contexto laboral, muitas feridas são um problema, quer para pacientes, quer para os profissionais que as tratam, pelas complicações inerentes à própria ferida e/ou por complicações do próprio indivíduo.
A abordagem à ferida tem evoluído nas últimas décadas fruto da investigação produzida neste âmbito mas também pelos avanços científico/tecnológico/farmacêuticos. Conscientes destes factos estamos certos de que esta pós graduação visa fornecer elementos adicionais aos conhecimentos dos profissionais que na sua atividade lidam com feridas, podendo melhorar quer a qualidade de vida dos utentes quer as práticas na avaliação e tratamento das feridas.

Data de realização do curso

Novembro de 2012

Áreas de conhecimento

  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Medicina
  • Podologia
  • Ciências Farmacêuticas

Estrutura curricular

UNIDADE CURRICULAR 1 – AVALIAÇÃO MULTIDIMENSIONAL DA PESSOA PORTADORA DE FERIDA

  • FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO NORMAL E NAS LESÕES DO TECIDO CUTÂNEO
  • DIMENSÃO SOCIO-CULTURAL DA FERIDA: CRENÇAS E REPERCUSSÕES NA IMAGEM CORPORAL
  • DOR E FERIDAS
  • NUTRIÇÃO E TRATAMENTO DE FERIDAS
  • AVALIAÇÃO DAS FERIDAS

UNIDADE CURRICULAR 2 – INTERVENÇÃO EM FERIDAS
  • AGENTES NO TRATAMENTO
  • DIFERENTES FERIDAS, DIFERENTES ABORDAGENS:
  • QUALIDADE DE CUIDADOS AO DOENTE PORTADOR DE FERIDA
  • PROTOCOLOS DE AVALIAÇÃO/REGULAMENTAÇÃO NO TRATAMENTO DE FERIDAS
  • REABILITAÇÃO EM FERIDAS
  • CONTROLO DA INFEÇÃO NO AMBIENTE DO TRATAMENTO DE FERIDAS
  • ENSINO AO DOENTE E À FAMÍLIA

UNIDADE CURRICULAR 3 – QUALIDADE DE VIDA NA PESSOA COM FERIDA
  • PESQUISA EM FERIDAS
  • ÉTICA E QUALIDADE DE VIDA NA PESSOA COM FERIDAS

Documentação necessária de candidatura

Curriculum Vitae em modelo Europass (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Certificado de Habilitações;
Preenchimento do boletim de candidatura (Consulte os documentos de suporte);
Fotocópia do Bilhete de Identidade, Cartão de Contribuinte ou do Cartão de Cidadão;
Cheque ou comprovativo de transferência para o NIB 0033.0000.00048634338.29, no valor da candidatura.

Informação e contactos

CESPU-Formação
Rua Central de Gandra, 1317
4585-116 Gandra - Paredes
Tel. 224 157 174/06
info@formacao.cespu.pt
www.cespu.pt

Local(is) de formação do curso

Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
Campus Académico de Vila Nova de Famalicão
R. José António Vidal,81
4760-409 Vila Nova de Famalicão - PORTUGAL

Entidades parceiras

Coordenação científica

Coordenação pedagógica

Objetivos

Esta pós-graduação pretende proporcionar aos profissionais um espaço de aquisição, reflexão e actualização, de conhecimentos científicos na área da avaliação e intervenção à pessoa portadora de ferida, aguda ou crónica, simples ou complexa, numa abordagem multidisciplinar de modo a que nos diferentes contextos de trabalho possam mobilizar saberes teóricos, práticos e relacionais, numa perspectiva de intervenção mais eficaz tendo em conta o bem-estar e qualidade de vida do indivíduo.

Específicos:

  • Preparar profissionais para poderem planear e intervir, com equipas multidisciplinares, na pessoa portadora de ferida;
  • Preparar e formar para uma adequada intervenção em problemáticas de pessoas portadoras de feridas tendo por base uma visão multidimensional;
  • Promover a melhoria continua da qualidade de cuidados com base no crescimento científico dos profissionais da saúde;
  • Incentivar a pesquisa e produção de conhecimento na área da Saúde e em particular sobre a investigação sobre avaliação e intervenção em Feridas.

Resumo

A abordagem à ferida tem evoluído nas últimas décadas fruto da investigação produzida neste âmbito mas também pelos avanços científico/tecnológico/farmacêuticos. Conscientes destes factos estamos certos de que esta pós graduação visa fornecer elementos adicionais aos conhecimentos dos profissionais que na sua atividade lidam com feridas, podendo melhorar quer a qualidade de vida dos utentes quer as práticas na avaliação e tratamento das feridas.

Metodologia

As aulas serão teóricas e teórico-práticas, através da exposição das várias temáticas com análise e discussão de casos. A condição para a conclusão da pós graduação será a aprovação em todos os módulos. As notas serão de 0 a 20. A avaliação de cada Unidade Curricular é definida pelo Coordenador Pedagógico na primeira aula.

Destinatários

Licenciados em Enfermagem, Medicina, Podologia, Farmácia e Ciências Farmacêuticas.

Candidatura e selecção

Análise curricular Académica e Profissional e ordem de inscrição.

Nº de vagas para o curso

30

Carga horária

168 Horas

Unidades de crédito do curso

20

Critérios de aprovação

O número de faltas não poderá exceder 20% da carga horária. Aprovação a todos os módulos.

Duração e regime

O Curso decorrerá de Novembro de 2012 a Julho de 2013. As aulas decorrerão às sextas, das 18h00 às 22h00, aos sábados, das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Cronograma

PROVISÓRIO
Novembro de 2012 a Julho de 2013
O Cronograma poderá sofrer alterações por parte da Coordenação Pedagógica, sendo comunicado atempadamente.

Corpo docente

Fátima Ribeiro, Mestre

Mestre em Ética na área da qualidade de vida do idoso na família. Doutoranda em Ética; Especialista em Enfermagem de Reabilitação; Professora Adjunta do IPSN no Curso Licenciatura em Enfermagem e Pós Licenciatura em Especialidade de Enfermagem de Reabilitação; Membro Fundador da APEG

Assunção Nogueira, Profa. Doutora
Doutorada em Educação, na área da prestação de cuidados pela família; Mestre em Ciências de Enfermagem na área de cuidados à família; Especialista em Enfermagem Comunitária; Investigadora do CITS (Centro de Investigação de Tecnologias da Saúde) na área da prestação de cuidados informais; Professora Coordenadora do IPSN no Curso Licenciatura em Enfermagem e Pós Licenciatura em Especialidade de Enfermagem Comunitária; Membro Fundador da APEG.
Rui Dias, Enf.
Enfermeiro Serviço Urgência H.N.S.C.V. Especialista em Enfermagem Médico Cirúrgica, frequência de Pós Graduação em Supervisão Clínica, Doutorando em Educação.
Aníbal Justiniano, Dr.
Licenciado em Medicina. Especialista em Cirurgia Geral. Membro da Direcção da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas (Presidente).
Arminda Costeira, Enfa.
Licenciada em Enfermagem. Especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Co-Fundadora da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas. Membro da Direcção da Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas.
Fernanda Peixoto, Enfa.
Enfermeira do Serviço de Cirurgia Geral do Hospital de São João EPE e Membro Fundador da APTF (Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas).
Vânia Filipa Vigário de Sousa Rico Leal, Dra.
Licenciada em Ciências da Nutrição. Experiência profissional na área da nutrição clínica e comunitária. Curso de Antropometria e Composição Corporal, Curso de Desnutrição e Caquexia em Geriatria, e Curso de Nutrição e Saúde Cardiovascular.
Manuel Azevedo, Enf.
Licenciado em Enfermagem. Pós Graduado em Emergência e Traumatologia. Mestrando em Feridas e Viabilidade Tecidular. Realiza Investigação na área farmacêutica e de feridas.
Lurdes Teixeira, Profa. Doutora
Licenciada e doutorada em Sociologia, com especialização em Sociologia da Saúde pelo ISCTE – IUL. Possui mestrado em Relações Interculturais, com especialização em Comunicação em Saúde. É investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE – IUL e da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), ao abrigo do Protocolo de Cooperação Académica UNIFESP/ISCTE. Professora Adjunta do Instituto Politécnico de Saúde do Norte.